01:30 24 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    072
    Nos siga no

    A Turquia emitiu um mandado de prisão nesta quinta-feira (4) para o clérigo muçulmano autoexilado nos EUA Fethullah Gulen, acusando-o de ordenar a tentativa de golpe contra o presidente Recep Tayyip Erdogan.

    Um tribunal de Istambul emitiu o mandado, o primeiro após o golpe fracassado para o clérigo recluso na Pensilvânia, segundo informou a agência de notícias Anadolu.

    Gulen nega veementemente qualquer envolvimento na tentativa de golpe ocorrida no último dia 15 de julho.

    Ancara já havia emitido um mandado de prisão para Gulen em dezembro de 2014, com a acusação de que o clérigo havia criado e dirigido uma "organização terrorista armada", bem como feito uso de intimidação para privar uma pessoa de sua liberdade.

    Gulen, por sua vez, afirma que seu movimento é apenas uma rede de caridade para promover a tolerância religiosa no Islã.

     

    Mais:

    Erdogan acusa Ocidente de apoiar terroristas e golpistas na Turquia
    Ministro: Tentativa de golpe custou $100 bilhões à Turquia
    Turquia aponta 197 novos generais após tentativa frustrada de golpe
    Governo turco vê conspiração em notas de apoiantes de Gulen
    Gulen: 'Não tenho medo de extradição'
    Tags:
    Turquia, EUA, Pensilvânia, Fethullah Gulen, Recep Tayyip Erdogan, golpe, mandado de prisão, extradição
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar