16:40 16 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    150
    Nos siga no

    Um especialista em assuntos líbios acha que o país precisa tomar medidas de larga escala e ataques pontuais dos EUA não garantirão mudanças estáveis.

    Em entrevista à Sputnik Internacional, o especialista em assuntos da Líbia Jason Pack opinou que os ataques realizados pela Força Aérea dos Estados Unidos não levarão a êxitos de longo prazo. 

    De acordo com sua opinião, o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia) continuará presente no país, bem como a crise política.

    O especialista, que se especializa na Líbia pós-Kadhafi, acha que em perspectiva de médio prazo os ataques dos EUA contra a cidade de Sirte permitirão avançar contra os terroristas, mas os resultados de longo prazo lhe parecem negativos.

    "Mesmo em caso de Sirte ser liberada, a presença do Daesh na Líbia continuará e a crise política se tornará insuperável. [O país] precisa de um processo político de larga escala e não apenas de ataques aéreos," disse.

    Além disso, a situação lhe parece muito semelhante a uma das etapas da revolução contra o líder libanês Muammar Kadhafi em 2011: quando as ações dos rebeldes chegaram a um impasse, o pedido de ataques aéreos da OTAN desempenhou um papel decisivo na queda do Governo de Trípoli.

    O especialista, que atualmente continua seus estudos de doutorado na Universidade de Cambridge, destacou especialmente que a operação e a luta contra o terrorismo em geral não se torna mais eficaz por os Estados Unidos começarem agindo unilateralmente sem formar coalizão. 

    Mais:

    Para que serve a intervenção não autorizada na Líbia?
    Ataque aéreo da Líbia mata comandante da Al-Qaeda e cinco guarda-costas
    Filho de Kadhafi é liberado por anistia
    Tags:
    política, Daesh, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar