23:55 20 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Uma planta nuclear

    Rússia pode construir cerca de 80 blocos nucleares no estrangeiro antes de 2030

    © flickr.com/ Greg Dunlap
    Mundo
    URL curta
    171

    A lista das encomendas estrangeiras da corporação nuclear russa Rosatom, até 2030, inclui a construção de 80 novos blocos energéticos nucleares em diversos países, informa o site da Rosatom.

    A lista de projetos da corporação estatal no exterior em 2016 conta com 34 blocos nucleares, estando em curso licitações e conversações referentes a 31 blocos.

    O relatório sublinha que, no fim de 2015, a Rosatom possuía projetos em 40 países (no final de 2014 a corporação cooperava com 37 países).

    O valor das exportações da Rosatom durante dez anos alcançou a cifra de 110.900 milhões de dólares, dos quais 76.440 milhões de dólares relativos a projetos de construção de usinas nucleares no exterior, 21.140 milhões de dólares ao fornecimento de urânio, 13.320 milhões de dólares ao fornecimento de combustível nuclear e outros setores da indústria.

    No final do ano passado, foram incluídas na lista de projetos nucleares da Rosatom os dois primeiros blocos da central nuclear de Ostrovetsk (Bielorrússia), o terceiro e quarto blocos de Kudankulam (Índia), o segundo ao quinto blocos da usina nuclear de Busher (Irã), entre outros projetos no Egito, Armênia, Turquia, Vietnã, China, Bangladesh, Finlândia, Hungria, Jordânia e Nigéria.

    Mais:

    Estatal russa de energia nuclear fecha negócios de US$ 10 bi na Atomexpo 2016
    Rússia e China planejam desenvolver mercado global de energia nuclear
    Presidentes da Rússia e Brasil discutem energia nuclear
    Tags:
    usinas nucleares, energia nuclear, Rosatom, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik