03:25 20 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0141
    Nos siga no

    A declaração do Pentágono em como a Rússia poderia ocupar os Estados Bálticos em um prazo de 60 horas é vista por Aleksei Pushkov, presidente da Comissão dos Assuntos Externos da Duma Federal russa, como um desejo dos Estados Unidos para argumentar um envio adicional de tropas dos EUA para a região.

    "Todas as coisas que vêm do Pentágono sobre a ‘ameaça russa de conquistar o Báltico durante 60 horas’, são precisas apenas para implantar lá o Exército dos EUA", escreveu Pushkov na sua conta no Twitter.

    Antes, o vice-assessor do ministro de Defesa dos EUA, Michael Carpenter, reconheceu que Rússia vai precisar de 60 horas para conquistar Tallinn e Riga. Esta conclusão foi feita pela agência de pesquisas RAND. O funcionário também acrescentou que se o cenário se tornar realidade, a OTAN e os EUA não poderiam ajudar os Países Bálticos, escreve o The Weekly Standard.

    A OTAN planeja posicionar uma divisão militar internacional em cada um dos três países da região do Báltico e uma quarta divisão na Polônia. A decisão final sobre o contingente desses exércitos será definida na reunião de cúpula da Aliança, nos dias 8 e 9 de julho, em Varsóvia.

    Mais:

    Pentágono: agressão russa será um dos principais temas da reunião de ministros da OTAN
    Irá prevalecer o bom senso? Geórgia recusa participar dos exercícios da OTAN
    Ex-comandante da OTAN: países da aliança devem manter diálogo constante com a Rússia
    Tags:
    Rússia, EUA, Países Bálticos, Aleksei Pushkov, OTAN, conquista
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar