02:29 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados russos no Ártico

    Opinião: Rússia é capaz de defender seu setor ártico da OTAN

    © Sputnik/ Igor Ageyenko
    Mundo
    URL curta
    1361

    A Rússia intensifica sua defesa do Ártico construindo uma serie de veículos militares todo-o-terreno. O analista militar Igor Korotchenko disse à agência Sputnik que isso pode ser classificado como uma resposta às atividades da OTAN na região.

    Nos últimos anos, a Rússia está desbravando ativamente seus territórios do Norte. Os projetos mais importantes são a extração de recursos minerais e o desenvolvimento da Passagem do Nordeste (rota marítima da região) que se tornará em uma alternativa às rotas tradicionais da Europa para a Ásia.

    Tendo em conta o interesse crescente da OTAN pela região, a Rússia decidiu reforçar suas posições no Ártico, incluindo sua presença militar.  Desde o ano de 2014, o Estado-Maior General da Rússia está formando um agrupamento militar e desenvolvendo a infraestrutura na região.

    Tudo isso pode ser considerado como uma resposta às atividades da OTAN na região do Ártico, acredita o redator chefe do jornal Defesa Nacional e analista militar Igor Korotchenko.

    “Considerando que nos últimos anos a OTAN tem entrado na região do Ártico, criando lá uma infraestrutura militar, a Rússia tem que reagir.  Nossas medidas têm caráter defensivo, elas são assimétricas, não exigem grandes despesas, quando comparadas com as da OTAN. O Ártico é a fonte mais importante de recursos de gás e petróleo, é por isso seu apetite pelo setor do Ártico russo está crescendo. A infraestrutura necessária e o equipamento militar são criados para sua defesa. Considerando as particularidades da região, nomeadamente as temperaturas extremamente baixas, foi criado um novo tipo de veículos militares com base nos quais podem ser instalados sistemas de armamentos para as brigadas e guarnições militares árticas que agora estão sendo formadas pela Rússia nas áreas dos arquipélagos principais do Oceano Ártico”, disse Korotchenko à radio Sputnik.

    Segundo o mesmo, a prática das últimas décadas mostra que a fraqueza provoca agressão por parte dos EUA e de outros países da OTAN.

    Mais:

    EUA, Polônia e Nova Zelândia se juntam ao Canadá em exercícios militares no Ártico
    Militares russos treinam no Ártico com huskies e renas
    Tags:
    equipamentos militares, atividades militares, resposta, presença militar, intensificar, OTAN, Igor Korotchenko, Ártico, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik