22:25 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Euro

    Há grande possibilidade de Portugal e Espanha serem alvo de sanções

    © AFP 2017/ Philippe Huguen
    Mundo
    URL curta
    5110

    Jeroen Dijsselbloem, presidente de Eurogrupo (integrado pelos ministros da Fazenda dos países da zona do euro) declarou que a introdução de sanções contra Espanha e Portugal por excessivo défice de orçamento é “absolutamente uma possibilidade”.

    As medidas restritivas, conforme ele disse nesta terça-feira (24), podem ser introduzidas já em junho.

    O Eurogrupo tomará a decisão formal em relação ao assunto nessa altura, sublinhou Dijsselbloem.

    Na semana passada a Comissão Europeia avisou a Espanha e Portugal sobre a exigência de não ultrapassar o limite de 3% do PIB e sobre a possibilidade de sanções caso isso aconteça e não sejam tomadas medidas adicionais para o corrigir.

    "Uma decisão mais formal será tomada no próximo mês, quando discutirmos as recomendações específicas por país … As sanções são absolutamente uma possibilidade porque estão previstas nas regras e regulamentos, quando você olha para a situação atual em Portugal e Espanha há séria razões para pensar em sanções," disse Dijsselbloem, o ministro da Fazenda neerlandês.

    Ambos os países fazem parte do Pacto de Estabilidade e Crescimento (ou PEC) segundo o qual o défice do orçamento anual dos países-membros da UE não deve ultrapassar 3%. Caso contrário, podem ser alvo de sanções, equivalentes a 0,2 % do PIB.

    O défice espanhol atingiu mais de 5% em 2015 e o português – mais de 4%.

    Tags:
    euro, PIB, Comissão Europeia, Espanha, Portugal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik