08:07 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, e presidente da Rússia, Vladimir Putin

    Putin exorta Kiev a cessar imediatamente as hostilidades em Donbass

    © AFP 2017/ POOL / ALEXANDER ZEMLIANICHENKO
    Mundo
    URL curta
    1111

    O presidente da Rússia Vladimir Putin pediu nesta segunda-feira (23) para que as Forças Armadas da Ucrânia interrompam imediatamente seus ataques contra assentamentos civis na região de Dobass, no leste ucraniano, informou o serviço de imprensa Kremlin.

    O pedido foi feito por Putin durante uma conversa telefônica com a chanceler da Alemanha Angela Merkel, o presidente da França François Hollande e o presidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko, que juntos formam o chamado Quarteto da Normandia.

    “Putin solicitou uma imediata interrupção dos ataques contra assentamentos civis de Donbass por parte das forças armadas ucranianas. Destacou-se que o diálogo direto de Kiev com Donetsk e Lugansk deve se tornar o elemento-chave da regulação [do conflito], visando o cumprimento pleno e generalizado dos acordos de Minks assinados em 12 de fevereiro de 2015” – diz o comunicado do Kremlin.

    O Quarteto da Normandia foi formado por Rússia, Ucrânia, Alemanha e França na tentativa de achar uma solução para o conflito envolvendo a região de Donbass, no leste ucraniano, onde em abril de 2014 as autoridades de Kiev lançaram uma operação militar para reprimir movimentos independentistas. O confronto já deixou mais de nove mil mortos, segundo estimativas da ONU.

    Em fevereiro de 2015, os líderes do Quarteto da Normandia, chegaram a um acordo para um cessar-fogo após uma reunião em Minsk. O acordo foi firmado por Kiev e pelas milícias de Donbass.

    Tags:
    hostilidades, Quarteto da Normandia, Vladimir Putin, Ucrânia, Donbass
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik