Putin, Poroshenko, Merkel e Hollande discutem Síria por telefone – Kremlin

© AP Photo / Alexander ZemlianichenkoQuarteto da Normandia: Vladimir Putin, Angela Merkel, Francois Hollande, e Pyotr Poroshenko.
Quarteto da Normandia: Vladimir Putin, Angela Merkel, Francois Hollande, e Pyotr Poroshenko. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os líderes da Rússia, França, Alemanha e Ucrânia – Vladimir Putin, François Hollande, Angela Merkel e Pyotr Poroshenko (que juntos formam o chamado Quarteto da Normandia) – discutiram por conversa telefônica a situação de crise na Síria, informou nesta segunda-feira (23) o serviço de imprensa do Kremlin.

“O presidente da Rússia Vladimir Putin teve uma conversa telefônica com a chanceler da Alemanha Angela Merkel, o presidente da França François Hollande e o presidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko… Além disso, foram abordado alguns aspectos da situação de crise na Síria” – diz o comunicado.

Na ocasião, os líderes dos quatro países também abordaram o tema do conflito no leste ucraniano, destacando a extrema importância da manutenção do regime de cessar-fogo e do aumento das funções da missão da OSCE naquela região.

Ministros das Relações Exteriores do quarteto da Normandia - a partir da esquerda: Sergei Lavrov (Rússia), Pavlo Klimkin (Ucrânia) Jean-Marc Ayrault (França) e Frank-Walter Steinmeier (Alemanha) - Sputnik Brasil
Chanceleres do quarteto da Normandia não alcançam bons resultados em Paris
O Quarteto da Normandia foi formado por Rússia, Ucrânia, Alemanha e França na tentativa de achar uma solução para o conflito envolvendo a região de Donbass, no leste ucraniano, onde em abril de 2014 as autoridades de Kiev lançaram uma operação militar para reprimir movimentos independentistas. O confronto já deixou mais de nove mil mortos, segundo estimativas da ONU.

Em fevereiro de 2015, os líderes do Quarteto da Normandia, chegaram a um acordo para um cessar-fogo após uma reunião em Minsk. O acordo foi firmado por Kiev e pelas milícias de Donbass.

Ministro das Relações Exteriores russo Sergei Lavrov e o Secretário de Estado norte-americano John Kerry na reunião bilateral nas margens da reunião dos ministros da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, Belgrado, Sérvia, 3 de dezembro de 2015 - Sputnik Brasil
Lavrov e Kerry discutiram a possibilidade de operações conjuntas na Síria
Desde 2011, a Síria está envolvida em uma guerra civil, com as forças do presidente Bashar Assad combatendo vários grupos de oposição — entre eles, grupos terroristas como a Frente Nusra e o Daesh.

Em 27 de fevereiro, um acordo internacional apoiado por Rússia e Estados Unidos determinou a suspensão dos conflitos no país árabe, garantindo o envio de ajuda humanitária à população. O cessar-fogo, no entanto, não contempla grupos terroristas como Daesh e Frente al-Nusra, que seguem sendo atacados.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала