12:20 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Atentado na Turquia (11)
    022
    Nos siga no

    Uma guia turística turca chamada Sibel Satiroglu impediu o aumento do número de vítimas do atentado na praça Sultanahmet em Istambul avisando turistas sobre ameaça, informou o jornal turco Hurriyet na quarta-feira (13).

    Segundo a guia, ela estava realizando uma excursão para um grupo de cerca de 25 turistas alemães perto do obelisco de Teodósio na praça Sultanahmet quando ouviu um som estranho dentro do grupo de turistas.

    “O som pareceu-me suspeito e prestei atenção a um homem desconhecido, que parecia um turco, vestido de maneira moderna, que se juntou aos turistas. Vi ele tirar um objeto parecido com um engenho explosivo. Gritei aos turistas em alemão "Laufen weg" (fujam) e todos dispersaram-se. Neste momento a explosão ocorreu”, disse Satiroglu, citada pelo jornal.

    A guia foi ferida em uma perna e perdeu a audição.

    Na terça-feira (12), a explosão teve lugar no bairro de Sultanahmet, parte histórica de Istambul, no momento em que no ponto de bonde estava um grupo de turistas. Segundo os dados das autoridades, 10 pessoas foram mortas e 15 ficaram feridas. Todas as vítimas são turistas estrangeiros. Oito deles são da Alemanha e um do Peru. O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, declarou que a explosão foi obra de um homem-bomba da Síria. Segundo o primeiro-ministro do país, Ahmet Davutoglu, o terrorista é um militante do Daesh.

    Tema:
    Atentado na Turquia (11)
    Tags:
    Turquia, Daesh, terrorismo, atentado, turistas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar