Nove das dez vítimas do atentado em Istambul eram cidadãos da Alemanha

© AP Photo / Emrah GurelPoliciais turcos no local do explosão no centro de Istambul, Turquia, 12 de janeiro de 2016
Policiais turcos no local do explosão no centro de Istambul, Turquia, 12 de janeiro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O canal de televisão alemão N-24 revelou com fontes na mídia turca que nove das dez pessoas mortas em ato terrorista ocorrido nesta terça-fera (12) em Istambúl eram cidadãos da Alemanha.

A informação ainda não chegou a ser comentada pelo ministério das Relações Exteriores da Alemanha. O canal informou, no entanto, que o primeiro-ministro da Turquia Ahmet Davutoglu chegou a contactar a chanceler alemã Anngela Merkel para expressar suas condolências pelas vítimas.

Na terça-feira (12), uma explosão atingiu a praça central de Istambul na Turquia. A explosão provocou a morte de 10 pessoas e deixou outras 15 feridas. Segundo informações prévias, a maioria das vítimas eram estrangeiras.

Policiais turcos no local do explosão no centro de Istambul, Turquia, 12 de janeiro de 2016 - Sputnik Brasil
Explosão na praça central de Istambul
O presidente turco Recep Tayyip Erdogan condenou publicamente o ato terrorista e declarou que a explosão foi provocada por por um homem-bomba sírio.

Antes, representantes da polícia turca afirmaram que, por atrás do ataque na praça central em Istambul teriam estado militantes do Daesh, informou o jornal Hurriyet na terça-feira (12).

De acordo com o jornal, a polícia acredita em que o Daesh esteve envolvido no atentado porque foi cometido na zona turística da cidade e voltado contra os civis.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала