01:25 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    101
    Nos siga no

    Um oficial branco da polícia de Chicago acusado de assassinato em 2014, após matar a tiros um adolescente negro, não se declarou culpado nesta terça-feira, informou Associated Press.

    O caso está no Tribunal Penal do Condado de Cook, em Chicago, onde manifestantes organizaram passeatas protestando contra o episódio e como ele vem sendo tratado.

    Van Dyke enfrenta seis acusações de assassinato em primeiro grau e uma de improbidade oficial pela morte Laquan McDonald, de 17 anos. A indignação pública foi furiosa desde a divulgação de imagens em vídeo no mês passado onde o oficial aparece atirando 16 vezes contra o jovem negro. Armado com uma faca, McDonald estava se afastando dos policiais quando Van Dyke abriu fogo. 

    O vídeo provocou dias de manifestações nas ruas e a renúncia forçada do superintendente da polícia Garry McCarthy, além de uma ampla investigação federal sobre direitos civis e as práticas do Departamento de Polícia.

    Mais:

    Negros têm maior risco de serem mortos pela Polícia
    Um ano depois, a violência policial continua nos EUA
    Tags:
    racismo, assassinado, polícia, Laquan McDonald, Garry McCarty, Van Dyke, Chicago, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar