Pesquisadores: Polícia dos EUA matou mais de 1.152 pessoas este ano

© REUTERS / Jim YoungProtesto contra a morte de jovem negro em Ferguson, em março de 2015.
Protesto contra a morte de jovem negro em Ferguson, em março de 2015. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O grupo norte-americano Mapping Police Violence (Mapeando a Violência Policial) divulgou uma estatística que mostra que a polícia dos EUA matou pelo menos 1.152 pessoas desde o início do ano até a terça-feira (15) somente nos 60 maiores departamentos policiais do país. O número é semelhante aos 1.172, de 2014, e aos 1.140, de 2013.

Manifestantes protestam contra a desigualdade racial com bandeira simbólica dos EUA a preto e branco - Sputnik Brasil
Um ano depois, a violência policial continua nos EUA
Formado pelo cientista social Samuel Sinyangwe e pelos ativistas Johnetta Elzie e DeRay Mckesson, o Mapping Police Violence destaca que 41% das pessoas mortas pela polícia norte-americana são negras, mas que estão em regiões onde os afroamericanos representam apenas 20% da população.

Os pesquisadores concluíram que, em 41 departamentos, o número de negros mortos pela polícia norte-americana é desproporcional em relação aos brancos. Os dados também revelaram em que 14 departamentos os agentes dos EUA mataram somente negros, enquanto em cinco unidades, os mortos foram exclusivamente brancos.

A estatística, segundo o grupo, não leva em consideração dados oficiais, uma vez que os departamentos não fornecem o número de mortes com envolvimento de policiais. Para chegar a este total, os pesquisadores contaram com três bancos de dados alimentados pela população, redes sociais, obituários e imprensa, entre outras fontes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала