09:20 14 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    45358
    Nos siga no

    Durante os debates pré-eleitorais televisivos o candidato à presidência norte-americana pelo Partido Republicano, senador Rand Paul, disse que a fé na possibilidade do derrubamento Assad é um grande erro dos líderes dos EUA.

    “Se acreditam na hipótese de mudar o regime [na Síria], é um erro. Em 2013 enviamos uma grande quantidade de armas para a Arábia Saudita e o Qatar. Naquela altura os membros do Congresso norte-americano disseram que precisamos armar os nossos aliados para derrubar a al-Queda. Agora dizem o mesmo”, disse o senador norte-americano.

    Ele também afirmou que não é possível lutar contra o Daesh e o regime de Assad na Síria ao mesmo tempo.

    “Assad é um homem muito ruim. Mas temos de fazer só uma coisa. Não podemos lutar contra o Daesh e contra Assad. Primeiramente precisamos de lidar com o Daesh”, sublinhou o candidato do Partido Republicano.

    Paul avisou que “se lutam contra Assad, lutam contra a Rússia e o Irã”.

    Na opinião de Paul, introduzir zonas de exclusão aérea significa “uma catástrofe, uma receita de terceira guerra mundial”.

    O senador norte-americano afirmou que os EUA devem se opor à Rússia usando a força mas, na sua opinião, os EUA não devem “se opor ao país adotando a posição de maluquice que levará a guerra”.

    Há que lembrar que além da Rússia na Síria realiza ataques a chamada coalizão internacional liderada pelos EUA que não recebeu uma autorização do governo da Síria e apoia as forças da oposição ao regime de Assad. Na terça-feira (15), o secretário do Estado norte-americano disse em Moscou que a coalizão não aspira a derrubar o regime atual na Síria.

    Tags:
    terrorismo, eleições presidenciais, debates, candidato, Daesh, Rand Paul, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar