06:01 17 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    2286
    Nos siga no

    O primeiro-ministro britânico David Cameron e o presidente dos EUA, Barack Obama, concordaram que a solução da crise síria deve envolver a Rússia e o Irã, segundo afirma um comunicado de Downing Street neste domingo (6).

    Os dois líderes tiveram uma conversa telefônica sobre uma série de questões na última sexta-feira (4), de acordo com a nota.

    "O primeiro-ministro e o presidente concordaram sobre a necessidade de progredir no caminho político e sobre a importância de envolver a Rússia e o Irã como parte disso", diz o comunicado.

    Cameron disse a Obama que o Reino Unido estava pronto para fazer mais para ajudar a coalizão liderada por Washington contra o Daesh (também conhecido como Estado Islâmico).

    "O primeiro-ministro explicou que estamos aumentando o número de caças Tornado implantados na região e enviando um novo esquadrão de Typhoons para atacar alvos do Daesh dentro da Síria. Nós permanecemos prontos para fazer mais para apoiar a campanha da Coalizão Global contra o Daesh", lê-se na declaração britânica.

    De acordo com Downing Street, Obama parabenizou Cameron por expandir a campanha aérea antiterrorista para a Síria, “observando que o Reino Unido iria desempenhar um papel importante para assegurar a derrota final do Daesh".

    Londres lançou seus primeiros ataques aéreos na Síria na quinta-feira (3) e no sábado (5), depois que o parlamento do país aprovou a campanha militar na quarta-feira (2).

    O Reino Unido já vinha realizando ataques aéreos contra posições do Daesh no Iraque desde setembro de 2014, como parte de uma coalizão internacional liderada pelos EUA contra o grupo extremista.

    Mais:

    Parlamento britânico sanciona a participação do país na operação militar contra Daesh
    Britânicos se sentem menos seguros após o início da operação militar na Síria
    Cameron defende intervenção britânica na Síria contra Daesh
    Tags:
    coalizão internacional, bombardeios, ataques aéreos, Estado Islâmico, Daesh, Barack Obama, David Cameron, Iraque, Síria, Estados Unidos, EUA, Reino Unido, Grã-Bretanha, Irã, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar