06:01 19 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Exercícios da OTAN no Mar Negro

    China: OTAN é produto da Guerra Fria e deve ser substituída

    © AFP 2019 / Daniel Mihailescu
    Mundo
    URL curta
    10320

    A OTAN é um produto da Guerra Fria e o mundo precisa criar um novo modelo de segurança que seja justo, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores da China.

    Em comunicado nesta quinta-feira (3), Pequim exortou a comunidade internacional a rejeitar a política de Guerra Fria desenvolvida pela Aliança do Norte e a criar uma nova organização capaz de garantir a segurança mundial.

    "Acreditamos que a OTAN é um produto da Guerra Fria (…). Estamos convencidos de que a comunidade internacional precisa se afastar da mentalidade da Guerra Fria", disse a porta-voz da chancelaria chinesa, Hua Chunying, em entrevista coletiva.

    A declaração foi dada em resposta a uma pergunta sobre a opinião da China a respeito do convite formal de integração feito ontem (2) pela OTAN à República de Montenegro, situada nos Bálcãs. Hua insistiu também no fato de que nenhum país ou aliança de Estados pode garantir sua segurança absoluta por conta própria.

    Além disso, a porta-voz apelou à comunidade internacional pela criação de um novo sistema de segurança abrangente, que seria "justo e equitativo", nas palavras da diplomata.

    Mais:

    OTAN sempre se interessa pela opinião pública (mas nem sempre a respeita)
    OTAN decide restaurar o Conselho Rússia-OTAN
    OTAN aumenta presença no Oriente Médio após Rússia implantar S-400 na Síria
    Tags:
    segurança, aliança, Guerra Fria, OTAN, Hua Chunying, Bálcãs, EUA, Rússia, Montenegro, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar