05:47 19 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Muro da Cidadela danificado após Batalha de Aleppo

    Militantes explodem parte de Cidadela protegida pela UNESCO em Aleppo, na Síria

    © AFP 2018/ ZEIN AL-RIFAI / ALEPPO MEDIA CENTRE
    Mundo
    URL curta
    8020

    Militantes detonaram um túnel sob o portão oeste da cidadela, que está incluída na lista do Patrimônio Mundial da Humanidade da UNESCO, na cidade de Aleppo na Síria.

    Militantes explodiram a entrada ocidental da cidadela histórica na antiga cidade de Aleppo, no norte da Síria, segundo revelou uma fonte militar a Sputnik neste sábado (7).

    "Hoje, os militantes detonaram um túnel sob o portão oeste da cidadela, a qual está incluída na lista da UNESCO de Patrimônio Mundial da humanidade. A explosão danificou a parte oeste da fortaleza", disse a fonte.

    Após a explosão, os militantes atacaram as posições do exército sírio perto da cidadela, mas as forças governamentais repeliram o ataque, segundo comentou a fonte.

    Como resultado dos confrontos, um soldado foi morto e três ficaram feridos.

    A Síria tem vivido em estado de guerra civil desde 2011, com as forças governamentais combatendo facções da oposição, bem como grupos terroristas, incluindo o Estado Islâmico (EI) e a chamada Frente Nusra.

    A Cidadela de Aleppo é um grande palácio medieval fortificado que se localiza no centro da cidade, figurando na lista da UNESCO como Patrimônio Mundial. A fortificação é considerada um dos maiores e mais antigos castelos de todo o mundo. Atualmente, o exército sírio utiliza a cidadela como uma base militar.

    A cidadela de Aleppo sofreu danos significativos ao longo da guerra civil que está em curso. Em 2012, por exemplo, durante a Batalha de Aleppo, a fortaleza foi danificada em confrontos realizados entre a oposição síria e as forças do governo.

    Mais:

    Estado Islâmico divulga novo ataque a sítio arqueológico no Iraque e UNESCO responde
    Unesco pede reunião da ONU para discutir destruição de artefatos históricos no Iraque
    Tags:
    base militar, bomba, Patrimônio da Humanidade, atentado, Guerra Civil Síria, EI, Frente Nusra, UNESCO, Aleppo, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik