12:11 20 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Adel al-Jubeir, ministro das Relações Exteriores da Arábia Saudita

    Chancelaria saudita diz que guerra no Iêmen está perto do fim

    © AFP 2018 / STR
    Mundo
    URL curta
    6011

    O ministro das Relações Exteriores da Arábia Saudita, Adel al-Jubeir, disse nesta quarta-feira que o conflito travado pela coalizão liderada por Riad no Iêmen ao longo dos últimos sete meses pode acabar em breve.

    Aeronaves das Forças Aeroespaciais russas atacam posições do Estado Islâmico na Síria
    © Foto : Ministério da Defesa da Federação Russa
    "Uma das indicações de que a campanha está se aproximando do fim é o fato de que Ali Abdullah Saleh (ex-presidente iemenita) e os houthis estão aceitando a Resolução 2216 do Conselho de Segurança das Nações Unidos e participando de conversas da ONU nesta base", declarou al-Jubeir durante uma entrevista coletiva ao lado do seu homólogo britânico, Philip Hammond, em Riad. 

    "Nós também conseguimos ver os sucessos alcançados em solo. A maior parte do território do Iêmen que havia sido capturado pelos rebeldes já foi recapturada", acrescentou o chanceler saudita. 

    Na última terça-feira, o porta-voz das Forças Armadas da Síria, Ali Maihub, acusou a Arábia Saudita de recrutar militantes do Estado Islâmico na Síria para lutar ao lado da coalizão internacional na guerra contra os houthis no Iêmen. Segundo ele, outros países também estariam envolvidos nessa operação, que teria como um dos principais objetivos ajudar esses terroristas a escapar dos intensos bombardeios russos contra as posições do EI no território sírio. 

    Mais:

    Arábia Saudita bombardeia hospital dos Médicos sem Fronteiras no Iêmen
    Putin discute crise síria com rei da Arábia Saudita
    Coalizão liderada por Arábia Saudita ataca aliados por engano
    ‘Arábia Saudita não quer eliminação do Estado Islâmico’
    Tags:
    houthis, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Estado Islâmico, Ali Maihub, Ali Abdullah Saleh, Philip Hammond, Adel al-Jubeir, Reino Unido, Riad, Irã, Iêmen, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik