Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Militantes do EI recebem ajuda para fugir de ataques russos em direção ao Iêmen

© Foto / Ministério da Defesa da Federação RussaAs aeronaves das Forças Aeroespaciais russas atacam as posições do grupo terrorista Estado Islâmico na Síria. Depois do impacto direto da bomba foi destruído material bélico dos terroristas.
As aeronaves das Forças Aeroespaciais russas atacam as posições do grupo terrorista Estado Islâmico na Síria. Depois do impacto direto da bomba foi destruído material bélico dos terroristas. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Mais de 500 militantes do Estado Islâmico deixaram a Síria, a bordo de aviões vindos da Turquia, para combater os rebeldes houthis no Iêmen, afirmou nesta terça-feira o general sírio Ali Maihub, porta-voz das Forças Armadas do país.

Segundo Maihub, os terroristas, pressionados pela ofensiva russa, foram levados para o Iêmen em aeronaves de companhias da Turquia, do Qatar e dos Emirados Árabes. 

"De acordo com dados da inteligência, quatro aviões chegaram da Turquia no aeroporto de Áden em 26 de outubro. Dois deles pertenciam a empresas turcas, um a uma empresa do Qatar e o outro pertencia a uma companhia dos Emirados Árabes Unidos. Mais de 500 militantes do grupo terrorista Estado Islâmico estavam a bordo. Eles foram tirados da Síria para escapar dos ataques aéreos russos", disse o general. 

Su-34 russo está decolando na base aérea Khmeimim em província síria de Latakia - Sputnik Brasil
Aviões russos decolam para combater Estado Islâmico na Síria (VÍDEO AO VIVO)

O porta-voz das Forças Armadas da Síria destacou que os terroristas foram recebidos no Iêmen por militares da coalizão internacional liderada pela Arábia Saudita, e que eles devem integrar uma força especial para realizar operações terrestres contra os rebeldes houthis no país. 

"Os militantes (do EI) foram recebidos por oficiais da coalizão saudita, que os levaram do aeroporto em três grupos. O primeiro grupo foi levado para a cidade de Al-Bab, na província de Mandeb; o segundo, para Maariv; o terceiro, para as províncias sauditas de Jizan e Asir", explicou Maihub, acrescentando que os dados disponíveis indicam que novas transferências de combatentes do EI da Síria para o exterior deverão ser realizadas em breve. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала