09:54 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    29402
    Nos siga no

    A operação aérea russa na Síria mostrou que a indústria militar da Rússia recuperou suas posições na área de produção de munições guiadas, informou uma publicação norte-americana citando especialistas.

    A publicação Defence News publicou um artigo com a opinião de especialistas em defesa, que destacam a capacidade da indústria militar russa na área de diversidade de munições.

    “Usando um vasto leque de armamentos, inclusive bombas guiadas por sistemas de satélite e eletro-ótico, a Rússia desmente a noção de que as suas forças aéreas militares se limitam a munições básicas.” 

    O grande ataque de mísseis de cruzeiro realizado por navios da Frota de Mar Cáspio em 7 de outubro mostrou mais uma capacidade russa, sublinha o artigo. 

    Segundo o tenente-general Yevgeny Buzhinsky, citado pela Defence News, a Força Aérea da Rússia começou usar a tática ocidental de ataques de alta precisão para atingir alvos isolados.

    "A Força Aérea russa nunca fora usada só para bombardear cidades isoladas, territórios ou infraestrutura até a destruição total", disse Buzhinsky.

    O uso de armamentos de alta precisão na Síria testemunha que a Rússia atingiu os níveis dos EUA e de seus aliados europeus, que deram um sério passo à frente nesta área nos anos 1990, nota a Defence News.

    Tema:
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    Tags:
    Defesa, mídia, Estado Islâmico, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar