10:22 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Exército sírio está preparando para uma ofensiva de grande escala província de Hama

    Kremlin: prazo da operação russa na Síria depende da ofensiva do exército sírio

    © Sputnik / Michael Alaeddin
    Mundo
    URL curta
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    6261

    O porta-voz do presidente russo Dmitry Peskov afirmou que a operação das Forças Armadas russas na Síria visa apoiar os esforços do exército sírio.

    Os ataques russos contra os grupos terroristas na Síria continuarão enquanto o exército sírio realizar a sua ofensiva terrestre, declarou Dmitry Peskov na sexta-feira (9).

    “Como já repetidamente foi declarado, inclusive pelo presidente [russo], em relação à duração desta operação, a missão visa apoiar as Forças Armadas da Síria”, disse Peskov aos jornalistas. 

    O representante do Estado-Maior sírio, general Abdullah Ayyoub, disse na quinta-feira (8) que as Forças Armadas do país lançaram uma operação de grande escala contra o Estado Islâmico para reconquistar os territórios ocupados pelo grupo terrorista.

    Desde 30 de setembro último, a pedido do presidente sírio Bashar Assad, a Rússia iniciou ataques localizados contra as posições do Estado Islâmico na Síria, usando aviões Su-25, bombardeiros Su-24M, Su-34, protegidos por caças Su-30SM.

    Segundo os dados mais recentes, as Forças Aeroespaciais russas realizaram, desde o início da operação, cerca de 140 missões contra as posições dos terroristas, nomeadamente postos de comando, campos de treinamento e arsenais. Além disso, os navios da Frota do Mar Cáspio lançaram 26 mísseis de cruzeiro contra os territórios controlados pelos jihadistas. A precisão de ataque é de cerca de 5 metros.

    Os alvos dos ataques são estabelecidos com base nos dados de reconhecimento russo, sírio, iraquiano e iraniano. O embaixador sírio na Rússia, Riad Haddad, confirmou que as missões aéreas são realizadas contra organizações terroristas armadas, e não contra grupos da oposição política ou civis. Além disso, segundo ele, em resultado da operação da Força Aérea russa, já foi destruída cerca de 40% da infraestrutura do Estado Islâmico.

    Tema:
    Rússia combate Estado Islâmico na Síria (291)
    Tags:
    operação, ofensiva, Estado Islâmico, Dmitry Peskov, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar