06:07 23 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Montagem de automóveis Citroen na fábrica da PSA Peugeot Citroen, em Kaluga, na Rússia

    Peugeot Citroen planeja continuar na Rússia apesar da difícil situação no mercado

    © Sputnik/ Vitaliy Belousov
    Mundo
    URL curta
    0 25611

    O segundo maior grupo automotivo da Europa, PSA Peugeot Citroen, planeja permanecer no mercado russo, apesar de sua difícil situação, informou o diretor da empresa Carlos Tavares, durante uma conferência sobre os resultados financeiros do grupo no último semestre.

    Segundo revelou a agência Bloomberg, Tavares disse que a empresa confirma os planos de alcançar o ponto de equilíbrio na Rússia até 2017. Enquanto isso, a Peugeot Citroen prevê que em 2015 a demanda por automóveis no país deverá diminuir em 35%. Outras previsões da empresa mostram que no mesmo ano a demanda aumentará em 6% na Europa e 3% na China, e que haja uma queda de 15% na América Latina.

    O lucro líquido da PSA Peugeot Citroen no primeiro semestre de 2015 foi de 720 milhões de euros, contra um prejuízo de 42 milhões de euros no ano anterior. O lucro básico por ação para o período foi de 0,73 euros, contra uma perda de 0,25 euros um ano antes. Já a receita entre os meses de janeiro e junho aumentou 7%, chegando a 28,9 bilhões de euros.

    A empresa atribui esses resultados a um melhor posicionamento dos preços, uma frota de modelos equilibrada e impacto favorável das taxas de câmbio.

    "Os resultados do primeiro semestre são bons, mas nós precisamos analisá-los sob a perspectiva do ano inteiro. Em condições de uma  situação internacional instável, a nossa empresa deve focar no cumprimento do seu plano de desenvolvimento sustentável, para garantir a recuperação do grupo" – declarou Tavares em um comunicado oficial.

    A PSA Peugeot Citroën é uma indústria automotiva francesa que produz automóveis e motocicletas sob as marcas Peugeot e Citroën. A empresa, com sua sede em Paris, foi criada com a compra de 90% das ações da Citroen pela Peugeot em 1976. Hoje o grupo emprega mais 180 mil funcionários pelo mundo.

    Mais:

    Sanções à Rússia provocam perdas em toda a Europa
    China irá aumentar o comércio com a Rússia em mais de 100 bilhões de dólares
    Carro lendário soviético Pobeda
    Tags:
    indústria automobilística, PSA Peugeot Citroen, Citroen, Peugeot, União Europeia, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik