15:34 21 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Desfile militar do Dia da Vitória em 2014

    Primeiro-ministro sueco não irá a Moscou participar dos 70 anos do Dia da Vitória

    © Sputnik/ Alexander Vilf
    Mundo
    URL curta
    0 908118

    O primeiro-ministro sueco, Stephen Leven, não irá a Moscou para celebrar o 70º aniversário da vitória sobre as forças nazistas na Segunda Guerra Mundial. A informação foi divulgada pelo o canal de TV SVT.se.

    Segundo a porta-voz do chefe de governo da Suécia, Anna Ekberg, a decisão de não comparecer às celebrações do Dia da Vitória foi devido à posição da Rússia sobre o conflito ucraniano. 

    Foi relatado que a Suécia será representada pelo embaixador do país na Rússia durante as comemorações. 

    No total, 26 chefes de Estado já confirmaram a participação nas celebrações do aniversário de 70 anos do fim da Segunda Guerra Mundial, em Moscou, no dia 9 de maio.

    Segundo a diplomacia russa, os convites foram enviados a 68 chefes de Estado, assim como a autoridades da ONU, Conselho da Europa, UNESCO e chefes da União Europeia. Em meio às tensas relações da Rússia com o Ocidente devido à crise ucraniana, muitos líderes disseram que não compareceriam à parada militar no Dia da Vitória


    Mais:

    Russia e China realizarão mais de 60 eventos conjuntos para comemorar o Dia da Vitória
    26 chefes de Estado confirmaram presença na comemoração dos 70 anos do Dia da Vitória
    Mais de 30 países confirmam presença nas celebrações do Dia da Vitória em Moscou
    Líder da Palestina manifesta desejo de ir à Rússia para celebrar o Dia da Vitória
    Tags:
    Dia da Vitória, Suécia, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik