11:46 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    An emergency meeting is held by foreign ministers of the Arab League in Cairo, Egypt, Jan. 15, 2015

    Liga Árabe se reunirá no sábado para discutir a operação militar no Iêmen

    © East News/ Ahmed Gomaa
    Mundo
    URL curta
    0 30126

    Os chefes de Estado da Liga Árabe se reunirão neste sábado no Egito, em Sharm el-Sheikh, para consolidar a criação das forças armadas árabes e para discutir a operação militar no Iêmen contra os rebeldes Houthis.

    Os chefes de Estado da Liga Árabe se reunirão neste sábado no Egito, em Sharm el-Sheikh, para consolidar a criação das forças armadas árabes e para discutir a operação militar no Iêmen contra os rebeldes Houthis.

    Os líderes dos países da Liga Árabe se reunirão neste sábado, tendo como pano de fundo a operação militar no Iêmen, realizada por coalizão de países árabes e liderada pela Arábia Saudita. Este será o centro da pauta da cúpula, que deve aprovar o projeto de criação das forças armadas unificadas dos países árabes, preparado pelos chanceleres dos países membros da organização. 

    A reunião será realizada no balneário egípcio Sharm el-Sheikh, onde já se encontram o presidente do Iêmen, Abed Rabboo Mansour Hadi, o rei de Bahrein, Hamad bin Isa al-Khalifa, o presidente do Sudão, Omar al-Bashir, o presidente da Tunísia, Mohammed Beji Caid Essebsi, entre outros. O representante especial do presidente da Rússia, Mikhail Bogdanov, e o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, participarão da cúpula.

    Além da operação militar no Iêmen, a cúpula deve abordar assuntos relativos aos conflitos na Líbia, Síria e Palestina, bem como as ameaças terroristas na região. 

    Na madrugada de quinta-feira, as forças militares da coalizão internacional, sob liderança da Arábia Saudita, iniciaram uma operação militar no Iêmen contra os rebeldes Houtis, que controlam grande parte do país. A coalizão realizou ataques aéreos à capital do Iêmen e à diversas unidades militares dos rebeldes. Egito, Jordânia e Sudão já se juntaram oficialmente às manobras.
    Tags:
    intervenção militar, Houthis, Liga Árabe, Beji Caid Essebsi, Omar al-Bashir, Hamad bin Isa al-Khalifa, Abed Rabbo Mansour Hadi, Mikhail Bogdanov, Ban Ki-moon, Bahrein, Tunísia, Sudão, Iêmen, Egito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik