14:53 23 Abril 2017
Ouvir Rádio
    Casa branca

    Mídia: EUA não têm margem de manobra nas sanções contra a Rússia

    © flickr.com/ Andrew Nash
    Mundo
    URL curta
    0 2135392

    Os Estados Unidos vão procurar maneiras de reforçar as sanções contra o setor de energia da Rússia, no entanto, dado o número de fatores objetivos, o espaço de manobra da administração de Barack Obama é bastante limitado, relata a agência Reuters.

    O setor de energia é o principal objetivo das sanções ocidentais contra a Rússia, no entanto, "os alvos mais acessíveis", especialmente os relacionados com a exploração de petróleo na Sibéria e no Ártico, já foram atingidos. 

    Segundo a Reuters, os Estados Unidos podem impor sanções contra as exportações de petróleo da Rússia, da mesma forma que fizeram com o Irã, mas a Rússia, neste caso, pode responder com a restrição do fornecimento de gás para a Europa.

    “Se você começar a manipular os preços do petróleo, a Rússia vai manipular o gás. E a Europa não aceitará isso”, relata a Reuters, citando o ex-funcionário do Departamento de Estado, Carlos Pascual. 

    Washington pode impor sanções contra o desenvolvimento do petróleo de xisto, mas no curto prazo, isso não afetará a economia da Rússia, escreve a Reuters.

    Segundo o especialista em relações com a Rússia Andrew Weiss, a situação na Ucrânia também impede que os EUA reforcem a política de sanções.

    Tags:
    petróleo, gás, sanções, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik