09:20 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    12825
    Nos siga no

    Mídia sugeriu que Londres tomou um novo passo para remover a China de projetos de usina nuclear no Reino Unido, depois que em julho foram relatados passos nesse sentido pelo governo britânico.

    A empresa francesa EDF Energy e o governo do Reino Unido querem que a empresa nuclear estatal chinesa China General Nuclear Power Group (CGN) ceda sua cota de 20% no Sizewell C, informou na quarta-feira (29) o jornal Financial Times, citando pessoas próximas às negociações de investimento.

    A EDF possui 80% do projeto Sizewell C de 20 bilhões de libras esterlinas (R$ 143 bilhões) em Suffolk, Reino Unido, e já está trabalhando com a CGN em outro projeto de usina nuclear em Hinkley Point, que deve ser concluído em 2025, onde a última detêm 33%.

    A mudança de atitude de Londres em relação às partes interessadas chinesas foi atribuída à crescente cautela do governo em relação aos supostos ataques cibernéticos, ameaças de espionagem, mas também repressões de direitos humanos em Xinjiang e Hong Kong, acusações que Pequim nega.

    Uma decisão formal de investimento ainda não foi tomada, mas em 25 de julho o governo britânico já sinalizou sua intenção de remover a participação chinesa no projeto Sizewell C.

    Um outro exemplo é a proposta de construção de uma nova usina nuclear em Bradwell-on-Sea, Inglaterra, Reino Unido, pelas CGN e EDF Energy, que já perdeu na época luz verde do governo britânico, de acordo com o Financial Times.

    "Não há a menor chance de que a CGN construa a Bradwell. Dada a abordagem que temos visto à Huawei, [o governo britânico] não vai deixar uma empresa chinesa construir uma nova usina nuclear", afirmou então uma fonte próxima ao assunto.

    Mais:

    Dentro dos limites: China relata aumento de radiação na usina nuclear de Taishan
    EUA investigam suposto vazamento em instalação de energia nuclear chinesa
    Que consequências geopolíticas teria construção de cabo submarino entre China, Europa e África?
    Tags:
    China, Reino Unido, Financial Times, EDF, Suffolk, Inglaterra, Hinkley Point, Xinjiang, Hong Kong
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar