00:17 15 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    243
    Nos siga no

    Dominic Raab, ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, falou à agência britânica Reuters criticando o comportamento de Belarus e da Rússia na arena internacional.

    A Belarus está se tornando um "Estado pária", afirmou na sexta-feira (11) Dominic Raab, ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, em entrevista à agência britânica Reuters.

    "Precisamos que a Belarus melhore e esteja à altura das regras básicas, fundamentais do direito internacional", comentou, em referência à recente aterrissagem forçada de um avião de passageiros em Minsk, Belarus.

    O ministro britânico declarou na quinta-feira (10) que Londres não tem, de fato, evidências de que a Rússia tenha estado envolvida no caso, uma alegação que Moscou também nega.

    "Não temos [...] provas de qualquer envolvimento russo na aterrissagem forçada de aeronaves civis em Belarus."

    Em 23 de maio, uma aeronave comercial da companhia aérea Ryanair com mais de 120 passageiros a bordo realizou uma aterrissagem de emergência em Minsk, Belarus, por uma suposta ameaça de bomba, que depois não se confirmou.

    Durante sua escala forçada, as autoridades belarussas detiveram o blogueiro Roman Protasevich e sua companheira, Sofia Sapega, que é cidadã russa. Considerado extremista em Minsk, Protasevich foi acusado de organizar protestos e motins no seu país, podendo enfrentar até 15 anos de prisão.

    A União Europeia, Reino Unido, EUA e Canadá responderam com imposição de sanções a Belarus e diretivas para os aviões da UE e do Reino Unido evitarem o espaço aéreo do país.

    Os países ocidentais também impuseram sanções a Minsk após as eleições de agosto de 2020, ganhas oficialmente pelo presidente Aleksandr Lukashenko, o qual acusaram de falsificar os resultados.

    Ataques cibernéticos

    O chanceler britânico exortou o G7, composto pela Alemanha, Canadá, França, Itália, Japão, Reino Unido e EUA, a tomar uma posição unida contra ataques cibernéticos, sejam conduzidos ou não por Estados.

    "Devemos ser claros como comunidade internacional que os ataques cibernéticos a hospitais, escolas, infraestrutura nacional crítica, são algo errado. Isso é injustificável, está além do aceitável".

    Dominic Raab revelou que falaria "em breve" com Sergei Lavrov, seu homólogo russo, mas não referiu uma data ou os assuntos que pretende discutir com ele.

    Mais:

    Premiê britânico considera prioridade da OTAN combate às 'ameaças do leste'
    EUA prometem impor sanções a Belarus após desvio de avião
    Controladores se recusaram a se comunicar com Ryanair antes do pouso do avião em Belarus, diz mídia
    Lukashenko afirma que cumpriu todas as regras internacionais com voo de Ryanair
    Tags:
    Minsk, Reuters, Rússia, Belarus, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar