05:24 10 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Mundo vs. pandemia do coronavírus no início de maio de 2021 (57)
    142
    Nos siga no

    A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) anunciou, nesta terça-feira (4), que está avaliando a eficácia e a segurança da vacina CoronaVac, do laboratório chinês Sinovac.

    A iniciativa é o primeiro passo do órgão em direção a uma possível aprovação do imunizante para uso na União Europeia (UE), bloco que abrange 27 países, conforme noticiou a agência de notícias AP.

    A agência reguladora informou que sua decisão de iniciar a avaliação se baseia em resultados preliminares de estudos laboratoriais e clínicos.

    "Esses estudos sugerem que a vacina desencadeia a produção de anticorpos [que combatem o coronavírus] e pode ajudar a proteger contra a doença", afirmou o órgão em comunicado.
    Doses da vacina CoronaVac, em Porto Alegre, no dia 1º de fevereiro de 2021
    © Foto / Itamar Aguiar/Palácio Piratini
    Doses da vacina CoronaVac, em Porto Alegre, no dia 1º de fevereiro de 2021

    A EMA, que até o momento aprovou quatro vacinas contra o coronavírus, acrescentou que ainda não foi apresentado nenhum pedido de autorização de comercialização para a CoronaVac.

    A agência também está conduzindo análises contínuas de três outras vacinas: a desenvolvida pela CureVac, empresa de biotecnologia alemã; a criada pela norte-americana Novavax; e a russa Sputnik V.

    Ainda segundo a AP, a União Europeia tem enfrentado pressão para acelerar o ritmo de seu programa de aquisição de vacinas.

    Tema:
    Mundo vs. pandemia do coronavírus no início de maio de 2021 (57)

    Mais:

    Butantan anuncia retomada da produção da CoronaVac e inicia envase de mais 5 milhões de doses
    Brasil confia na CoronaVac e quer laços mais fortes com China não afetados pelos EUA, diz embaixador
    Piñera anuncia 3 milhões de doses adicionais de CoronaVac para o Chile
    Tags:
    COVID-19, União Europeia, China, Vacina CoronaVac, vacinação, vacina, Europa, Agência Europeia de Medicamentos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar