04:36 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Mundo vs. COVID-19 no final de janeiro de 2021 (110)
    0104
    Nos siga no

    Os protestos contra um novo toque de recolher para conter a disseminação da COVID-19 nos Países Baixos degeneraram em confrontos com a polícia em alguns locais, segundo autoridades do país.

    As autoridades usaram canhões de água e cães em uma praça no centro de Amsterdã neste domingo (24), onde centenas de manifestantes se reuniram durante o toque de recolher que começou no sábado (23), informou a televisão pública NOS.

    Em Eindhoven, no sul do país, a polícia disparou gás lacrimogêneo para dispersar uma multidão de várias centenas de pessoas, noticiou a televisão regional Omroep Brabant. Pelo menos 30 delas foram presas, disse a polícia.​​

    ​Vários veículos foram queimados e as lojas na estação ferroviária central de Eindhoven foram saqueadas, segundo a mídia.

    Manifestantes confrontam a polícia nos Países Baixos

    Um centro de testes COVID-19 também foi incendiado na noite de sábado (23) na vila de Urk, no norte do país, disseram as autoridades locais, conforme publicou a AFP.

    "O incêndio em um centro de triagem em Urk vai além de todos os limites", disse o ministro da Saúde, Hugo de Jonge, neste domingo (24).

    O toque de recolher das 21h às 4h30 é o primeiro toque de recolher do país desde a Segunda Guerra Mundial, com o primeiro-ministro Mark Rutte dizendo que é necessário para reduzir o número de casos de vírus. Os infratores podem receber uma multa de 95 euros (R$ 630).

    Um manifestante joga um cartaz durante um protesto contra as restrições impostas para conter a propagação da COVID-19, em Amsterdã, Países Baixos
    © REUTERS / EVA PLEVIER
    Um manifestante joga um cartaz durante um protesto contra as restrições impostas para conter a propagação da COVID-19, em Amsterdã, Países Baixos

    Novas variantes do vírus causaram grande preocupação na Europa, particularmente uma cepa mais infecciosa que surgiu pela primeira vez no Reino Unido.

    Os Países Baixos já estavam sob medidas mais duras desde o início da pandemia, com bares e restaurantes fechados em outubro, e escolas e lojas não essenciais fechadas desde dezembro do ano passado.

    Tema:
    Mundo vs. COVID-19 no final de janeiro de 2021 (110)

    Mais:

    Enigmática cova coletiva com 20 esqueletos medievais é descoberta nos Países Baixos (FOTOS)
    Países Baixos acusam diplomatas russos de espionagem e os declaram persona non grata, diz mídia
    Países Baixos deixam de receber voos do Reino Unido devido à nova cepa do SARS-CoV-2
    Tags:
    Países Baixos, Europa, crise, saúde, sociedade, pandemia, COVID-19, novo coronavírus, lockdown
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar