11:29 17 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)
    0 11
    Nos siga no

    Uma consultora médica britânica disse nesta segunda-feira (18) que é muito difícil definir uma data para quando as escolas no Reino Unido poderão reabrir depois de fecharem no início deste mês.

    Susan Hopkins, da Public Health England (PHE), fez a declaração nesta segunda-feira (18), segundo publicou a Reuters.

    "Sempre dissemos que as escolas deveriam ser as últimas a fechar e as primeiras a abrir, mas acho que definir uma data mais definida do que essa é muito difícil até vermos o que acontecerá nas próximas semanas", disse Susan.
    Enfermeira faz teste em paciente para a COVID-19 organizado por Centros de Saúde Comunitários Philadelphia FIGHT, Filadélfia, Pensilvânia, EUA, 10 de dezembro de 2020
    © AP Photo / Matt Slocum
    Enfermeira faz teste em paciente para a COVID-19 organizado por Centros de Saúde Comunitários Philadelphia FIGHT, Filadélfia, Pensilvânia, EUA, 10 de dezembro de 2020

    Enquanto isso, planos para testes em massa nas escolas inglesas ainda estão sendo estudados e precisam ser ajustados à luz de uma nova variante mais transmissível do coronavírus, segundo Dido Harding, chefe da testagem e do esquema de rastreamento do vírus no país.

    "Desde aqueles testes-piloto que executamos no outono [no Hemisfério Norte], a nova variante surgiu e atualmente temos taxas de infecção obviamente muito mais altas", declarou Harding, de acordo com a Reuters.

    Harding acrescentou que conversou com os órgãos reguladores para compartilhar dados "para que todos estejam cientes de como esses protocolos precisam evoluir à medida que o próprio vírus evolui".

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)

    Mais:

    Farmácias do Reino Unido passam a aplicar vacina contra coronavírus na população
    Reino Unido sediará reunião do G7 em junho para discutir COVID-19 e mudanças climáticas
    COVID-19: proibição de voos para Reino Unido irrita governo português e afeta brasileiros
    Tags:
    Reino Unido, saúde, educação, pandemia, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar