19:55 23 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 21
    Nos siga no

    Autoridades de saúde do país europeu ordenaram o abate de 48 mil galinhas nesta terça-feira (10), por conta de um surto de gripe aviária.

    O surto do vírus H5N8, descrito pela agência Reuters como "altamente patogênico", foi descoberto em uma fazenda na província de Groningen, no norte dos Países Baixos.

    O surto de gripe aviária no país chega uma semana após o país anunciar a contaminação de doninhas com o coronavírus. Na Dinamarca, 1 milhão de indivíduos da espécie, também conhecida como vison, foram sacrificados como medida de precaução.

    Um vison europeu (Mustela lutreola) no zoológico de Osnabruck
    Um vison europeu (Mustela lutreola) no zoológico de Osnabruck

    Em contraponto ao surto de gripe aviária, a Holanda registrou uma queda significativa nos novos casos de COVID-19. Depois de chegar ao recorde de 11.119 registros no dia 30 de outubro, o número de novos casos no país caiu para 4.680 nesta segunda-feira (9).

    Segundo o Instituto Nacional de Saúde dos Países Baixos, a queda reflete a eficácia do segundo lockdown no país, que teve início no começo do mês de novembro.

    Mais:

    Governo de Wuhan proíbe consumo e comércio de animais silvestres
    Tráfico internacional de animais silvestres: muito além da 'naja de Brasília' (FOTOS)
    'Estamos todos revoltados, preocupados e zangados': mistério de abate de cavalos na França continua
    Tags:
    COVID-19, novo coronavírus, Gripe Aviária, Holanda, galinha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar