12:21 05 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    9842
    Nos siga no

    Presidente bielorrusso Aleksandr Lukashenko avisou o premiê russo Mikhail Mishustin que o Ocidente está preparando "travessuras" contra a Rússia antes das eleições regionais.

    A declaração de Lukashenko de que o suposto envenenamento do opositor e blogueiro russo Aleksei Navalny é uma armação seria fundamentada no trabalho da inteligência bielorrussa.

    "Eu percebi, observando os eventos na Rússia, que eles – o Ocidente – têm um novo lance. De novo o Novichok [em referência a suposta substância venenosa que teria sido usada contra Navalny, segundo médicos alemães], de novo um envenenamento [...] Antes da declaração de Merkel [de que queriam calar a boca de Navalny] nós interceptamos uma conversa", afirmou Lukashenko.

    Explicando sobre o conteúdo da conversa interceptada, Lukashenko disse:

    "Nós interceptados uma conversa interessante, a qual claramente fala que isso é uma falsificação. Não teve nenhum envenenamento de Navalny."

    Ainda no encontro com o premiê russo, realizado em Minsk, Lukashenko afirmou que a interceptação da conversa foi possível devido ao trabalho da inteligência militar em comunicações via rádio, a qual está em atividade devido às unidades militares da OTAN localizadas próximo das fronteiras ocidentais da Bielorrússia, publicou a agência Belta.

    Navalny hospitalizado

    Na quinta-feira 20 de agosto, o oposicionista russo Aleksei Navalny se sentiu mal durante o voo entre a cidade siberiana de Tomsk e a capital russa Moscou.

    Após pouso de emergência na cidade de Omsk, Navalny foi atendido em um hospital local e entrou em coma.

    Se, por um lado, alguns tiveram a suspeita de intoxicação, a equipe médica que atendeu Navalny não identificou vestígios de envenenamento do mesmo.

    Em seguida, no dia 22, Navalny foi transportado para Alemanha para continuar seu tratamento.

    Médicos deste país europeu afirmam que Navalny teria sido envenenado com uma substância do mesmo grupo do agente químico Novichok.

    Contudo, o cientista russo Leonid Rink, um dos desenvolvedores do Novichok, disse à Sputnik que a afirmação de que Navalny foi envenenado seria uma jogada política, enquanto ele suspeita de que o mal-estar tenha sido provocado por uma pancreatite.

    Mais:

    Pesquisador diz que 'envenenamento' de Navalny é usado para deteriorar relações russo-europeias
    Lituânia, Letônia e Estônia proibem Lukashenko de entrar em seu território
    Lukashenko: Bielorrússia vai fazer consulta popular sobre mudanças na Constituição
    Tags:
    Aleksei Navalny, Bielorrússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar