00:29 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    143
    Nos siga no

    Atual presidente da Polônia, Andrzej Duda, venceu as eleições deste domingo (12) no país por pequena margem, indica pesquisa de boca de urna. O adversário de Duda é Rafael Trzaskowsi, da Plataforma Cívica.

    Segundo o instituto Ipsos, Duda obteve 51% dos votos, contra 49% do candidato opositor. A enquete combina pesquisa de boca de urna com resultados oficiais de determinadas zonas eleitorais. 

    Após a votação ser encerrada, o atual presidente, que é apoiado pelo partido conservador-nacionalista Lei e Justiça, disse que convidaria políticos de diferentes setores para formar um governo de coalizão. A reeleição de Duda é vista como crucial por seus aliados para a implementação de uma agenda conservadora, que inclui uma reforma no judiciário considerada antidemocrática pela União Europeia.

    De acordo com a Comissão Nacional Eleitoral, os resultados oficiais serão divulgados nesta segunda-feira (13). 

    No primeiro turno do pleito, Duda obteve 43,5% dos votos, enquanto o liberal e pró-Europa Trzaskowski, atual prefeito de Varsóvia, ficou com 30,5%. 

    Polarização política

    O resultado do segundo turno reflete a polarização política que a Polônia vive atualmente. Apesar do país enfrentar a epidemia da COVID-19, a campanha foi dominada por questões culturais e debates sobre homofobia e antissemitismo.

    Duda é um defensor de valores católicos e dos programas sociais do governo, muito fortes no interior da Polônia. Ele acusa a oposição de querer entregar o país para interesses estrangeiros. 

    Trzaskowski, por sua vez, pede uma Polônia mais tolerante e diz que derrubará leis autoritárias. 

    Mais:

    Suécia e Polônia são os únicos da UE a não terem atingido o pico da COVID-19, diz artigo
    EUA enviarão parte de tropas retiradas da Alemanha para Polônia, diz Trump
    Crianças enterradas no século XVI encontradas com moedas dentro da boca na Polônia (FOTO)
    Tags:
    conservadores, extrema-direita, Andrzej Duda, eleições, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar