20:33 04 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    492
    Nos siga no

    O presidente turco afirmou que só há dois ex-chefes de Estado na UE que merecem seu respeito.

    O presidente turco relatou na terça-feira (10) ter dificuldades em nomear um único líder na União Europeia que considere ser um "exemplo" para os outros seguirem.

    "A Europa está passando por uma grave crise de liderança, há um vazio de liderança. Não consigo encontrar coragem para dizer que 'este líder é um exemplo para a Europa'", disse Erdogan.

    No entanto, ele afirmou que alguns dos antigos líderes da UE mereceram seu elogio, como o ex-chanceler alemão Gerhard Schroder, um líder importante e capaz de fazer reformas. Outro político do agrado do presidente turco foi o antigo primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi, durante cujo governo a cooperação italo-turca prosperou.

    Erdogan mencionou ainda os presidentes Donald Trump e Vladimir Putin como líderes que ele realmente aprecia, afirmando que eles são "abertos" durante as conversações, e que não têm qualquer "agenda secreta" contra a Turquia.

    A Turquia se envolveu recentemente em uma discussão com o presidente francês Emmanuel Macron depois que este último proclamou a "morte cerebral" da OTAN, da qual a Turquia faz parte.

    Erdogan respondeu que o homólogo francês deveria ter sua "própria morte cerebral verificada" antes de investigar a massa cinzenta da aliança. Ancara também enfrenta possíveis sanções dos EUA como resultado de estar usando sistemas de defesa antiaéreos russos S-400.

    Ancara tem ainda se envolvido repetidamente em controvérsias com a UE em questões como o problema dos refugiados, alegadas violações dos direitos humanos na Turquia e o recente ataque do Exército turco contra as milícias lideradas pelos curdos no norte da Síria.

    Mais:

    Erdogan: Turquia não desistirá do S-400 russo pelo Patriot americano
    Erdogan retruca comentário de Macron sobre OTAN: deve checar sua própria 'morte cerebral'
    Tags:
    EUA, Vladimir Putin, Donald Trump, UE, Turquia, Recep Tayyip Erdogan
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar