05:38 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Equipes de resgate no local da queda do MH17 no leste da Ucrânia

    Países Baixos iniciam investigação do papel da Ucrânia na tragédia do MH17

    © Sputnik / Andrei Stenin
    Europa
    URL curta
    2100
    Nos siga no

    O deputado holandês e porta-voz designado para a investigação do acidente do voo MH17, Chris van Dam, anunciou que os Países Baixos iniciaram mais uma investigação dos eventos trágicos de julho de 2014.

    O deputado holandês Chris van Dam anunciou na terça-feira (8) que o país está a iniciar uma investigação que vai analisar o papel da Ucrânia durante o acidente aéreo do voo MH17.

    Chris van Dam afirmou na terça-feira que os deputados votaram por unanimidade a favor da investigação das ações da Ucrânia em julho de 2014. A nova investigação pretende descobrir porque Kiev não ordenou o encerramento do espaço aéreo do país sobre a região de Donbass durante os confrontos violentos na parte leste da Ucrânia.

    Na semana passada, Chris van Dam disse ao canal RTL que "a importância de uma investigação completa do encerramento do espaço aéreo sobre o leste da Ucrânia é sobre mais do que apenas a responsabilidade do Estado".

    Em 2015, o Conselho de Segurança holandês determinou que havia razões suficientes para Kiev fechar o espaço aéreo sobre a zona de confrontos ativos no leste do país.

    Tragédia com MH17 sobre Donbass

    Um Boeing 777 da Malaysia Airlines, voando de Amsterdã a Kuala Lumpur, foi abatido em 17 de julho de 2014 em Donetsk, no leste da Ucrânia. Havia 298 pessoas a bordo, sendo a maioria delas cidadãos holandeses, todas morreram.

    Kiev acusou os militares do leste do país pela tragédia. Entretanto, estes indicaram que não tinham armas capazes de derrubar um avião a essa altitude.

    Local da queda do MH17 derrubado na Ucrânia.
    © Sputnik / Aleksei Kudenko
    Local da queda do MH17 derrubado na Ucrânia.

    Mais:

    Malásia quer criar órgão neutro para investigar queda do MH17 na Ucrânia
    Detetive alemão poderá fornecer novos dados sobre o acidente do voo MH17 à Rússia e Malásia
    Malásia apela a parar com acusações infundadas à Rússia no caso do voo MH17
    Tags:
    Ucrânia, Países Baixos, MH17
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar