20:27 20 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Palácio do Luxemburgo, em Paris

    Busto de Hitler, bandeira e mais: lembranças nazistas são achadas em palácio francês (FOTOS)

    © AFP 2019 / Lionel Bonaventure
    Europa
    URL curta
    451
    Nos siga no

    Uma bandeira nazista, uma lâmpada de gás, um aparelho respiratório e ainda um busto de aço de Adolf Hitler têm estado conservados nas caves do palácio do Luxemburgo, em Paris.

    Segundo o recente inquérito do jornal francês Le Monde, a existência dessas peças, não inventariadas, tem sido desconhecida para muitos funcionários do Senado, antigos e atuais.

    Um recente inquérito realizado pelo Le Monde revelou um segredo do Senado francês datado da época da ocupação nazista. Segundo as revelações da mídia, as caves do palácio do Luxemburgo, sede do atual Senado francês e bunker alemão terminado em 1937, abriga uma série de objetos que pertenceram à Luftwaffe, a Força Aérea alemã, que esteve instalada lá até 25 de agosto de 1944, o dia da Libertação de Paris.

    Trata-se de um busto de aço de Adolf Hitler de 35 centímetros de altura, de uma bandeira nazista de dois metros, de vários livros em alemão com carimbos da Luftflotte West ou Luftkreiskommando, bem como de um aparelho respiratório e de uma lâmpada a gás.

    Um busto de Adolf Hitler e uma bandeira nazista estavam escondidos na cave do Senado durante 75 anos. Inquérito sobre um mistério espesso como as paredes do palácio do Luxemburgo

    Em busca das relíquias nazistas do Senado

    Como um busto de metal de Adolf Hitler e uma bandeira nazista podem ter estado conservados com toda a discrição nas caves do palácio do Luxemburgo

    O Senado tem escondido nas suas caves um busto de Hitler e uma bandeira nazista durante 75 anos. O artigo completo está no nosso site

    'Todo o mundo caindo de cima'

    Segundo o Le Monde, somente algumas pessoas com acesso a informação privilegiada estavam informadas sobre os objetos escondidos nos corredores do palácio. Para o seu inquérito, o jornal solicitou vários antigos senadores e historiadores. Somente um deles, Damien Déchelette, arquiteto-chefe do Senado, conhecia o segredo. Surpreendido pelo fato que o Le Monde tinha obtido essa informação, ele explicou que "o busto […] esteve sempre na reserva, nunca saiu".

    A maior parte das pessoas solicitadas disseram ter ficado surpreendidas por saber sobre a existência de tais objetos.

    "É uma descoberta para muita gente, todo o mundo caiu lá de cima [...] Eles querem dar uma volta completa para revelar essa história com vocês", indicou o serviço de comunicação do palácio do Luxemburgo ao Le Monde.

    Mais:

    Autor americano afirma ter revelado provas de possível descendência judaica de Hitler
    Por que Alemanha de Hitler nunca construiu bomba nuclear própria?
    Caça às bruxas: escoceses buscam ossos de bruxa do século XVIII
    Tags:
    nazistas, França, Paris, palácio, Adolf Hitler
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar