00:28 26 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Jeremy Corbyn

    Trabalhistas tentam impedir Brexit sem acordo

    © AP Photo / Alastair Grant
    Europa
    URL curta
    410

    O Partido Trabalhista da Grã-Bretanha quer forçar a primeira-ministra Theresa May a descartar a possibilidade de deixar a União Europeia sem um acordo e pretende colocar mais poderes nas mãos do Parlamento.

    O acordo de May para o Brexit foi rejeitado pelo Parlamento na semana passada e ela irá apresentar novos termos para tentar superar o impasse, buscando novas concessões da UE em um plano para evitar o controle aduaneiro na fronteira com a Irlanda.

    Os legisladores vão debater e votar os próximos passos em 29 de janeiro e, antes disso, podem apresentar emendas ao plano do governo, buscando moldar a saída da Grã-Bretanha do bloco europeu.

    A emenda trabalhista procura forçar o governo a dar tempo ao Parlamento para considerar e votar opções para impedir que a Grã-Bretanha saia da UE em 29 de março sem um acordo. Entre essas opções deve haver uma união alfandegária permanente com a UE e um segundo referendo sobre o Brexit, disse o partido.

    "A primeiro-ministra está se recusando a mudar suas linhas vermelhas ou a ameaça de sair da mesa. Membros do Parlamento devem agora agir para romper o impasse", disse o líder trabalhista Jeremy Corbyn em comunicado. "Nossa emenda vai permitir que os deputados votem em opções para acabar com este impasse do Brexit e evitar o caos de um não acordo."

    Mais:

    Quem tem medo do Brexit?: Famílias britânicas gastam menos temendo recessão
    Brexit: Parlamento do Reino Unido rejeita plano de May para saída da União Europeia
    Boris Johnson: 'Cidadãos britânicos se sentirão traídos se Parlamento frustrar o Brexit'
    Líder Trabalhista revela estratégia para remover Theresa May e mudar curso do Brexit
    Tags:
    União Europeia, Theresa May, Jeremy Corbyn
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar