02:15 23 Janeiro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker

    Chefe da Comissão Europeia critica a Romênia por ser incapaz de presidir a UE

    © AP Photo / Yves Logghe
    Europa
    URL curta
    822

    Em uma entrevista ao canal alemão Welt am Sonntag, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, duvidou da capacidade de Bucareste de assumir a presidência da União, dizendo que "o governo não entendeu completamente o que significa presidir os países da UE".

    O principal funcionário da UE apontou que a Romênia está tecnicamente bem preparada, em parte graças à assistência de sua comissão, mas questionou sua capacidade de desempenhar o papel de intermediário diplomático entre os Estados-membros, o que a presidência implica.

    “Para negociações judiciosas, você também precisa estar pronto para ouvir os outros e a firme vontade de deixar de lado seus próprios desejos. Eu tenho algumas dúvidas aí”, concluiu Juncker.

    Ele também repreendeu Bucareste por suas divisões políticas internas devido a um impasse entre o presidente do país, Klaus Iohannis, do Partido Liberal Nacional, eleito em 2014, e líder do governante Partido Social-Democrata Liviu Dragnea, que subiu ao poder em 2016. Para Juncker, nessa situação, a Romênia não pode atuar como uma “unidade” que o bloco europeu demanda.

    "Uma frente unida é necessária em casa para promover a unidade da Europa durante a presidência do Conselho", disse ele ao jornal alemão.

    Mais cedo, o chefe romeno Iohannis admitiu que seu país não estava pronto para a presidência da UE, o que resultou em opositores demandando um processo contra ele por traição.

    Os comentários de Juncker provocaram críticas da representante romena do Parlamento Europeu, Maria Grapini, representando os social-democratas, que classificaram o funcionário como "duas caras". Segundo ela, em entrevista à agência de notícias Mediafax, o presidente da Comissão Europeia disse a autoridades romenas em Bruxelas que era estava “claro que a Romênia estava à altura da presidência”.

    Tags:
    Comissão Europeia, Partido Social-Democrata da Romênia, Partido Liberal Nacional, Jean-Claude Juncker, Liviu Dragnea, Klaus Werner Iohannis, Bucareste
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik