23:49 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Queimada no Distrito Federal

    COP24: governos acordam regras para implementar Acordo climático de Paris

    José Cruz / Agência Brasil
    Europa
    URL curta
    201
    Nos siga no

    Quase 200 países concordaram neste sábado com um livro de regras para implementar o Acordo de Paris, um acerto global de 2015 que visa enfrentar as mudanças climáticas.

    Após duas semanas de conversações e dois anos de trabalho, as nações superaram as divisões políticas para chegar a um consenso sobre uma estrutura mais detalhada para o acordo, que visa limitar o aumento das temperaturas médias mundiais a "muito abaixo" de 2ºC acima dos tempos pré-industriais.

    "Foi um longo caminho. Fizemos o possível para não deixar ninguém para trás", disse o presidente da Cúpula do Clima (COP24), Michal Kurtyka, antes de analisar o difícil pacote de decisões, após 13 dias de negociações extenuantes na Polônia.

    O acordo acontece após a maratona das negociações da ONU que não conseguiram alcançar a ambição que os países mais vulneráveis do mundo precisam para evitar o aquecimento global.

    A próxima cúpula do clima, a COP25, estava prevista para acontecer em 2019 no Brasil, mas o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) anunciou a desistência de sediar o evento, alegando limitações orçamentárias.

    Sem o Brasil como sede, o Chile acabou sendo anunciado nesta semana como o substituto do evento no próximo ano.

    Mais:

    Acordo de Paris, terrorismo e mais: confira 5 destaques da declaração final do G20
    BRICS criticam protecionismo e falam em 'plena implementação' do Acordo de Paris
    'Bolsonaro terá de rever suas posições', diz analista sobre o Brasil no Acordo de Paris
    Especialista: Acordo de Paris possui enorme potencial econômico para Brasil
    Tags:
    meio ambiente, aquecimento global, Acordo de Paris, acordo climático, COP25, COP24, ONU, Jair Bolsonaro, Michal Kurtyka, Chile, Polônia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar