00:43 25 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    656
    Nos siga no

    O presidente Recep Tayyip Erdogan vai inaugurar oficialmente a mesquita central da União Turca-Islâmica da Alemanha para Assuntos Religiosos (DITIB) no dia 29 de setembro, durante uma visita de estado. A organização anunciou que recebeu hoje a confirmação de que o presidente turco participará da cerimônia .

    A união também afirmou que o primeiro-ministro da Renânia do Norte-Vestfália, Armin Laschet, da União Democrata Cristã (CDU) de Merkel, deve participar da cerimônia de abertura com Erdogan, embora a informação tenha sido negada pela equipe do político

    O DITIB, que administra mais de 900 mesquitas no país, é formalmente uma associação alemã independente. Contudo, os seus imãs são frequentemente enviados pela Direção de Assuntos Religiosos Diyanet, que reporta ao governo turco. Alguns deles até são acusados ​​de espionar os oponentes de Erdogan na Alemanha.

    A mesquita em questão está localizada no bairro predominantemente turco de Colônia, Ehrenfeld, e terá capacidade para 1.100 pessoas. Será a maior mesquita da Europa em operação.

    De acordo com a imprensa alemã, durante a viagem Erdogan também pretende se encontrar com a chanceler alemã Angela Merkel duas vezes. Ele vai comparecer a um banquete de Estado e conversar com o presidente da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier. Estes planos provocaram críticas entre políticos e jornalistas alemães, já que a visita acontece após a prisão do jornalista do Die Welt Deniz Yücel, sob acusação de terrorismo.

    Tags:
    Direção de Assuntos Religiosos Diyanet, União Democrata Cristã, União Turca-Islâmica da Alemanha para Assuntos Religiosos (DITIB), Die Welt, Recep Tayyip Erdogan, Angela Merkel, Frank-Walter Steinmeier, Deniz Yücel, Colônia, Turquia, Alemanha, Renânia do Norte-Vestfália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar