19:48 19 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Manifestantes em favor da independência da Escócia marcham em Glasgow

    Milhares de pessoas participam da marcha pró-independência na Escócia

    © AFP 2018 / ANDY BUCHANAN
    Europa
    URL curta
    0 50

    Milhares de partidários da independência escocesa participaram no sábado de uma marcha anual em Glasgow, informou a mídia local.

    O evento começou no Parque Kelvingrove às 11h30 (hora local), antes de seguir para o parque Glasgow Green, no leste da cidade, segundo o jornal Scotsman.

    A publicação relatou, citando ativistas, que até 90.000 pessoas poderiam ter participado da marcha, embora os organizadores do evento – o grupo All Under One Banner (Todos Sob uma Bandeira, em tradução livre) – inicialmente esperasse que 40.000 pessoas participassem.

    O All Under One Banner descreve-se como uma organização cujo objetivo principal é "marchar em intervalos regulares até que a Escócia seja livre".

    O primeiro referendo sobre a independência escocesa de Londres foi realizado em 2014 e resultou em 55% dos eleitores optando por permanecer no Reino Unido.

    Em março de 2017, o Parlamento escocês apoiou a proposta da primeira-ministra escocesa Nicola Sturgeon de pedir o segundo referendo sobre a independência entre o outono de 2018 e a primavera de 2019.

    No entanto, a proposta foi rejeitada pela primeira-ministra britânica Theresa May, que disse não ser a hora certa para uma segunda votação, ao mesmo tempo em que o país estava negociando o Brexit (saída da União Europeia).

    Mais:

    'Humilhação nacional': passaportes britânicos pós-Brexit podem ser fabricados na França
    Brexit acentuou divisão entre Londres e o resto da Grã-Bretanha, mostra estudo
    Negociador europeu: 'Demandas do Reino Unido pós-Brexit são puramente ilusórias'
    Tags:
    independência, brexit, All Under One Banner, União Europeia, Nicola Sturgeon, Theresa May, Glasgow, Grã-Bretanha, Europa, Reino Unido, Escócia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik