00:02 26 Maio 2019
Ouvir Rádio
    O presidente francês, Emmanuel Macron, o presidente russo, Vladimir Putin, e a chanceler alemã, Angela Merkel, no âmbito da cúpula do G20, em 8 de julho de 2017

    Kremlin confirma diálogo com Macron, Merkel e Poroshenko sobre Ucrânia

    © REUTERS / Tobias SCHWARZ, Pool
    Europa
    URL curta
    940

    A Rússia participará de um diálogo conjunto com os líderes da Alemanha, França e Ucrânia na segunda-feira para discutir o conflito no leste da Ucrânia.

    O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, confirmou à Sputnik International que o diálogo entre o líder francês Emmanuel Macron, a alemã Angela Merkel e o presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, está agendado e acontecerá por telefone. 

    Macron conheceu Poroshenko em junho, pouco depois de vencer as eleições presidenciais francesas. Na época, o líder francês havia dito que não via uma maneira melhor de negociar o fim do conflito na Ucrânia do que através dos acordos de Minsk, cessar-fogo assinado na capital da Bielorrúsia em fevereiro de 2015.

    O comentário de Macron, entretanto, contrasta com a visão do secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson.

    Tillerson disse em 14 de junho que a administração do presidente Donald Trump não queria ser "algemada" pelos acordos de 2015 e sugeriu que Kiev poderia chegar a um acordo separado e independente com Moscou.

    O conflito na Ucrânia começou em 2014 e já causou cerca de 10 mil mortes.

    Mais:

    Ucrânia apresenta provas da 'participação russa' da guerra em Donbass
    Ministro da Defesa da Ucrânia teme 'agressão' por parte da Rússia
    Golpe de Estado na Polônia: pode o país europeu repetir o destino da Ucrânia?
    'Barreiras da Ucrânia' contra Crimeia dificultam férias de seus cidadãos
    Independentistas anunciam criação de novo Estado no leste da Ucrânia
    Ucrânia sonha com tanques T-90 russos e confunde-os com os seus
    Opinião: Crimeia reage duramente às manobras navais dos EUA e Ucrânia no mar Negro
    Tags:
    Departamento de Estado dos EUA, Pyotr Poroshenko, Dmitry Peskov, Rex Tillerson, Emmanuel Macron, Vladimir Putin
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar