04:39 19 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Recep Tayyip Erdogan posa com outros líderes mundiais durante uma Cúpula de Segurança Nuclear em Washington

    Erdogan: temos muitos inimigos que esperam nossa morte

    © AFP 2018/ MANDEL NGAN
    Europa
    URL curta
    561

    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse hoje (16) durante um comício que seu país tem muitos inimigos que esperam sua morte.

    O comício foi realizado em homenagem à tentativa de golpe militar que ocorreu na Turquia em 15-16 de julho de 2016.

    Por toda a Turquia em 15 e 16 de julho estão sendo realizados eventos dedicados à tentativa de golpe. As maiores ações ocorreram em Istambul e Ancara, onde das manifestações participaram centenas de milhares de pessoas.

    "Há muitos inimigos que esperam a morte da Turquia. Se eu os for enumerar, isso levaria a uma crise à escala mundial", disse o presidente turco.

    Erdogan acrescentou que, em julho de 2016, durante o esmagamento do golpe, foi alcançada uma vitória de todo o povo, porque "em apenas 20 horas se desmoronaram os planos dos inimigos elaborados ao longo de 40 anos".

    Na noite de 15 para 16 de julho de 2016, um grupo de militares turcos tentou levar a cabo um golpe de Estado. Os militares usaram helicópteros e tanques para derrubar a liderança turca. As autoridades afirmam que controlam a situação. O número de detidos se aproximou de 6.000 pessoas. O golpe falhado causou 240 mortos, e mais de 2.000 pessoas sofreram ferimentos.

    Mais:

    Pentágono: Turquia deve comprar armas russas se quiser
    EUA estão descontentes por Turquia comprar mísseis S-400 russos?
    Teria Erdogan secretamente comandado o golpe frustrado em 2016 na Turquia?
    Tags:
    manifestações, golpe militar, Recep Tayyip Erdogan, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik