04:03 11 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    1341
    Nos siga no

    Alterações no formato do Grupo dos Sete (G7), incluindo o retorno da Rússia para o grupo, não são discutidos no momento, de acordo com o porta-voz do governo alemão Steffen Seibert.

    "A mudança de formato do G7 não é discutida neste momento", disse Seibert em uma coletiva com a imprensa quando questionado por uma correspondente.

    Seibert observou que Berlim queria incitar Moscou a enfrentar desafios globais além do quadro do chamado formato do Quarteto da Normandia, que discute a crise ucraniana e reúne Rússia, França, Alemanha e Ucrânia.

    O G7 atualmente engloba o Canadá, a França, Alemanha, Itália, Japão, Reino Unido e Estados Unidos. A Rússia foi membro do grupo por 16 anos até 2014, quando os sete estados boicotaram a cúpula do G8 no Sochi da Rússia, citando desacordos sobre a crise ucraniana.

    No final de dezembro, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse que os formatos G8 e G7 esgotaram em grande parte sua autoridade internacional, acrescentando que a Rússia preferia o formato G20 para discutir as questões mais urgentes. Lavrov repetidamente disse que Moscou não pretende dar qualquer passo para voltar ao grupo do G8.

    As relações entre a Rússia e os estados ocidentais deterioraram-se em meio à crise ucraniana, já que Bruxelas e Washington acusam os russos de desestabilizarem os vizinhos ucranianos e continuam a recusar reconhecer a reintegração da Crimeia à Rússia como resultado do referendo de março de 2014. Os Estados Unidos e a União Europeia mostraram sua desaprovação da suposta intromissão da Rússia nos assuntos da Ucrânia, introduzindo várias sanções anti-Rússia.

    Mais:

    Mídia: Alemanha não quer a Rússia de volta ao G8
    Ex-premiê do Japão: 'É preciso que a Rússia volte ao G8'
    Kremlin: Rússia está menos interessada no G8 do que antes
    Tags:
    União Europeia, Sergei Lavrov, Steffen Seibert, Ucrânia, Crimeia, Bruxelas, Rússia, Sochi, Estados Unidos, Reino Unido, Japão, Itália, Alemanha, França, Canadá
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar