17:42 19 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Civis deixam suas casas após bombardeios do exército ucraniano na república de Lugansk (arquivo)

    Membros da OSCE seguem culpando Rússia por tudo que acontece na Ucrânia

    © Sputnik/ Valery Melnikov
    Europa
    URL curta
    33138473

    Muitos membros da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) continuam considerando a Rússia responsável pela atual crise na Ucrânia, embora nem todos os países europeus estejam aptos a expressar realmente sua opinião, segundo afirmou o representante russo na organização, Aleksandr Lukashevich, em entrevista à Sputnik.

    "Infelizmente, a percepção da crise ucraniana foi colocada na posição de que, no âmbito da opinião pública internacional, a Rússia é culpada de tudo e as ações das milícias (de Donbass) também são coordenadas por Moscou. Todas essas coisas, que não tem nenhuma relação com a realidade, criaram muitas raízes, inclusive nos princípios que dirigem a política de muitos Estados-membros (da OSCE)", disse Lukashevich.

    Ainda de acordo com o funcionário russo, devido às políticas de Bruxelas, muitos países da União Europeia não expressam suas próprias opiniões sobre a questão da Ucrânia, mas, certamente, boa parte dos membros da OSCE compartilha da posição russa. 

    As repúblicas ucranianas de Donetsk e Lugansk decidiram se rebelar contra o poder central de Kiev por não reconhecer o regime instalado após o golpe que destituiu o presidente eleito Viktor Yanukovich, no início de 2014. Para abafar a insurgência, o governo lançou uma ofensiva militar contra os rebeldes que vem se arrastando até hoje. De acordo com estimativas das Nações Unidas, mais de 10 mil pessoas já morreram nesses conflitos na região de Donbass. 

    Mais:

    OSCE diz que violações em Donbass aumentaram 75% em uma semana
    Situação em Donbass se agrava muito rapidamente
    União Europeia ignora pedido ucraniano de envio de missão militar a Donbass
    Rússia abre inquéritos contra oficiais ucranianos por ataques aos cidadãos em Donbass
    Tags:
    OSCE, Aleksander Lukashevich, Viktor Yanukovich, Donbass, Lugansk, Donetsk, Kiev, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik