11:42 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Tunesier Anis Amri

    Tunisiano suspeito de ataque em Berlim já foi preso na Itália e investigado na Alemanha

    © AP Photo/ German police
    Europa
    URL curta
    Atentado em feira natalina em Berlim (17)
    127001

    Histórico do jovem Anis Amri é repleto de conturbações e problemas com as autoridades europeias.

    Procurado pela polícia da Alemanha suspeito de ser o responsável pelo atentado em Berlim, o tunisiano Anis Amri, de 24 anos, já ficou preso e foi expulso da Itália.

    Jornais do país descobriram o passado de Amri através de fontes do Ministério do Interior da Itália. Conforme essas informações, o tunisiano chegou à Ilha de Lampedusa em fevereiro de 2011 procurando refúgio. Ele se hospedou em um centro para menores na Catânia e se matriculou em uma escola, antes de autoridades descobrirem que ele já era maior de idade.

    O tunisiano foi detido em 23 de julho de 2011 por colocar fogo no abrigo onde morava e por outros crimes como roubo, ameaças e agressão, cumprindo pena em Palermo, onde teria feito contato com radicais islâmicos. Em 2015, Amri recebeu o decreto de expulsão, mas nunca voltou de fato à Tunísia e seu paradeiro passou a ser desconhecido. 

    Em fevereiro deste ano, o tunisiano reapareceu em Berlim solicitando asilo. Ele foi preso no Gorlitzer Park por envolvimento em tráfico de drogas e teve o pedido recusado logo em seguida.

    Autoridades alemãs identificaram que ele estava juntando dinheiro para comprar armas automáticas e "possivelmente cometer um ataque com cúmplices", mas a investigação foi abandonada por falta de provas.

    Amri deveria ter sido deportado, mas não tinha documentos provando ser tunisiano e a Tunísia negava que ele de fato fosse. O trâmite burocrático para a deportação só se encerrou na última quarta, quando o ataque em Berlim já tinha sido consolidado.

    Recompensa

    A Polícia da Alemanha ofereceu uma recompensa de 100 mil para quaisquer informações que levem à prisão de Amri. Cartazes com fotos do suspeito foram espalhados por todo o país, na tentativa de capturar o suspeito.

    Tema:
    Atentado em feira natalina em Berlim (17)
    Tags:
    Polícia da Alemanha, Anis Amri, Gorlitzer Park, Palermo, Catânia, Itália, Ilha de Lampedusa, Tunísia, Berlim, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik