00:25 22 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Sanções europeias abrangem os setores de defesa, energia e finanças

    UE decide prolongar sanções contra a Rússia por mais seis meses

    © Sputnik / Vladimir Sergeev
    Europa
    URL curta
    1017
    Nos siga no

    Os líderes da União Europeia concordaram, nesta quinta-feira, em estender as sanções antirrussas do bloco até meados de 2017, segundo informaram diplomatas.

    A decisão já era esperada por Moscou e pela comunidade internacional. O procedimento formal de prorrogação, de acordo com a agência Reuters, entrará em vigor na próxima semana. As sanções atuais, que abrangem os setores de defesa, energia e finanças e têm como origem a suposta participação russa no conflito ucraniano, expiram no final de janeiro. 

    O bloco europeu decidiu adotar medidas restritivas contra a Rússia após a reintegração da península da Crimeia à Federação Russa, em 2014, e por acreditar que Moscou estaria por trás da insurreição armada no leste da Ucrânia, ocorrida após o golpe de Estado que derrubou o presidente eleito Viktor Yanukovich.

    Mais:

    EUA renovam sanções contra Irã, embora sem assinatura de Obama
    Finlândia anuncia condição para abolição das sanções antirrussas
    COI prorroga sanções contra a Rússia
    Países da Europa e América estão prontos para implementar sanções contra aliados de Assad
    Tags:
    Reuters, Viktor Yanukovich, Crimeia, Ucrânia, Moscou, Europa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar