17:25 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Pyotr Poroshenko, presidente da Ucrânia

    Poroshenko: UE deve impor sanções à Rússia por suas ações em Aleppo

    © Foto / Presidência da Ucrânia / Mikhail Palinchak
    Europa
    URL curta
    7011
    Nos siga no

    O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, realizou uma conversa telefónica com o chefe do Conselho Europeu, Donald Tusk; os dois políticos coordenaram suas posições na véspera da reunião do Conselho em Bruxelas, informou o site do líder ucraniano. Poroshenko também propôs introduzir novas sanções contra a Rússia devido à situação em Aleppo.

    Anteriormente foi informado que a cúpula dos chefes de Estado da UE irá discutir, em 15 de dezembro, o projeto do acordo de associação UE-Ucrânia para abrir o caminho para a sua ratificação completa, que agora está sendo bloqueada pela Holanda, país onde a maioria da população votou contra o documento no referendo.

    Segundo disse o serviço de imprensa do presidente ucraniano, Tusk afirmou a Poroshenko que "irá fazer tudo o possível para a ratificação do Acordo de Associação entre a Ucrânia e a UE, bem como contribuir para abolir o regime de vistos com a Ucrânia".

    Além disso, as partes discutiram as sanções europeias contra a Rússia. Porosheko sublinhou que conta com a continuação das restrições devido ao "não cumprimento dos Acordos de Minsk pela Rússia".

    O presidente da Ucrânia também frisou que está preocupado com a situação humanitária em Aleppo e declarou que, por "tais ações", Moscou "merece mais sanções".

    A UE tem prolongado regularmente as sanções contra Moscou introduzidas devido à situação na Ucrânia. 

    Ao mesmo tempo, o Kremlin acha que relacionar as sanções com a realização dos Acordos de Minsk é um absurdo porque a Rússia não é parte do conflito ou sujeito dos acordos sobre a regularização da situação na Ucrânia.

    Segundo admitem os próprios políticos europeus, a prorrogação das sanções não é uma questão unânime. Alguns países da Europa — Hungria, Grécia, Chipre, Espanha e Itália — estão a favor da normalização o mais breve possível das relações com Moscou.

    Mais:

    Tribunal holandês entregará ouro da Crimeia à Ucrânia
    Financial Times: Ucrânia acusa UE de traição e conspiração
    Rússia: Ucrânia ameaça fornecimento de gás russo para a Europa no inverno
    Financial Times: Holanda ameaça UE a minar acordo de associação com Ucrânia
    Financial Times: Países Baixos ameaçam UE de 'afundar' acordo com Ucrânia
    Tags:
    prorrogação, associação, situação humanitária, sanções econômicas, conversa telefônica, Acordo de Minsk, Cúpula da União Europeia, reunião, UE, Conselho da UE, Donald Tusk, Pyotr Poroshenko, Holanda, Aleppo, Síria, Rússia, Europa, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar