20:15 18 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Vista de Moscou a partir da ponte Bolshoy Moskvoretsky

    'Boas' são como devem ser as relações entre Europa e Rússia, acreditam europeus

    © Sputnik / Yevgeny Biyatov
    Europa
    URL curta
    240

    Em Bruxelas, no 10º Fórum Europeu da Rússia, dedicado à situação na Ucrânia e na Síria, bem como o "conflito da Rússia e Ocidente", a convite dos parlamentares espanhóis, participou o político de Montenegro, um dos líderes anti-OTAN do "Movimento à Neutralidade de Montenegro", Marko Milacic.

    Em entrevista à Sputnik Sérvia, Milacic observou que o Fórum possibilita singularmente ouvir os tons exalados no Parlamento Europeu, incomuns à propaganda ocidental.

    "Eu ouvi opiniões independentes, livres. É um prazer ouvir, bem, uma postura pró-russa, expressada por indivíduos e organizações do coração da Europa. Em tais reuniões é percebido que, apesar das sanções e da propaganda terrível antirrussa, o apoio recebido pela Rússia é muito maior do que o relatado pela mídia."

    De acordo com Milacic, levando em consideração a situação atual, a realização do Fórum pode ser visto como um sinal de progresso, pois o diálogo é uma prática que precisa ser realizada.

    "Quase todos os participantes da conferência defenderam a normalização rápida das relações entre Europa e Rússia. Ouvimos a opinião de que "boas" são como devem ser as relações russo-europeias. Assim eram há alguns anos. Claro que na conferência foi dito que com o passar dos anos, problemas foram aparecendo, mas a Europa e a Rússia estão ligadas geograficamente, sendo assim, é necessário que as relações se normalizem o mais rápido possível."

    Segundo o político montenegrino, a maioria dos participantes do fórum indicou como principal razão do esfriamento das relações entre a Europa e a Rússia a questão "bancária, militar e da mídia ‘oligárquica' nos EUA e na OTAN", por isso, o problema engloba outros fatores, não se limitando apenas as relações entre a UE e a Federação da Rússia.

    Milacic também apresentou para os participantes do fórum a situação no seu país:

    "Montenegro sofre golpe duplo. O golpe externo é dado pela OTAN, pois nós recebemos o convite para se tornar parte desta força áspera e destrutiva. E por dentro, o crime está nos corroendo, liderado pelo (ex-primeiro-ministro) Milo Djukanovic e seu regime. Se você observar quem está mantendo a parceria com a OTAN em Montenegro, fica absolutamente claro que organização é essa, a democracia não faz parte do discurso."

    Fórum Europeu da Rússia é realizado anualmente desde 2007, baseando-se em uma plataforma para o desenvolvimento de mecanismos de diálogo político da UE e da Rússia. Este ano, o fórum contou com a participação do vice-presidente da comissão de assuntos internacionais do Conselho da Federação da Russa, Vladimir Lukin, do deputado da Duma de Estado (câmara baixa do parlamento russo), Konstantin Zatulin, e do representante permanente da Rússia na UE, Vladimir Chizhov.

    Mais:

    Mídia: conversa telefônica entre Putin e Trump provocou pânico em Bruxelas
    Opinião: Rússia não deve esperar ser tratada 'com tapete vermelho' pela equipe de Trump
    Premiê turco: Turquia e Rússia precisam combater terrorismo em conjunto
    Países africanos resistem à importação de combustíveis sujos da Europa
    Extrema-direita é derrotada na Áustria: 'Golpe contra o populismo na Europa'
    'Crise de identidade leva a Europa a fazer acusações graves e infundadas à Rússia'
    Tags:
    fórum, relações, relação, União Europeia, OTAN, Milo Djukanovic, Montenegro, Bruxelas, Síria, Europa, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik