22:32 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    31332
    Nos siga no

    Pelo menos cinco corvetas da classe Braunschweig entrarão ao serviço na Marinha alemã nos próximos anos, o que pode ser visto como um sinal para a Rússia, de acordo com o jornal Suddeutsche Zeitung.

    O Bundestag (parlamento alemão) aprovou a compra exigida pela coalizão governista do país, que inclui a União Democrata Cristã (CDU) de centro-direita, o partido conservador União Social Cristã (CSU) e o Partido Social-Democrata (SPD).

    O custo total das embarcações atinge 1,5 mil milhões de euros, informa o jornal Suddeutsche Zeitung, citando fontes no Bundestag.

    "Para lidar com os novos desafios de segurança na região do Báltico, no Mediterrâneo e no mundo, a coalizão da aliança CDU/CSU e SPD planeja comprar cinco novas corvetas para a Marinha alemã no valor de 1,5 mil milhões de euros," indica o jornal. 

    Os dois primeiros navios serão colocados em serviço em 2019, enquanto os outros três deverão passar a integrar a Marinha alemã em 2023. 

    A força naval do país tem um total de cinco corvetas  K 130 da classe Braunschweig, de acordo com o Suddeutsche Zeitung.

    Essas corvetas são principalmente usadas nas águas costeiras, incluindo no mar Báltico, segundo o jornal.

    Neste contexto, o Suddeutsche Zeitung sugeriu que a modernização da Marinha alemã poderia ser entendida como sinal de Berlim a Moscou.

    Segundo o site naval-technology.com, "as corvetas K130 possuem características furtivas, empuxo baixo, armas altamente automatizadas e sistemas de defesa para apoiar uma guerra no litoral e particularmente para operações de uma força de reação rápida numa crise internacional".

    Mais:

    Alemanha planeja investir 1,5 bilhão de euros em novos navios de guerra
    Reino Unido planeja gastar US$ 3,6 bilhões em veículos militares da Alemanha
    Tags:
    Alemanha, Rússia, Mar Báltico, Defesa, Marinha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar