12:26 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    1 0 0
    Nos siga no

    Governo destaca que a utilização de "referências sociais", como as grandes estrelas do futebol profissional, aproxima os jovens do hábito do jogo.

    O Ministério do Consumidor da Espanha enviou uma carta nesta quarta-feira (28) a 25 clubes de futebol profissional com o aviso de que eles devem quebrar seus contratos de patrocínio com as casas de apostas antes do final desta temporada.

    As informações foram confirmadas pela Sputnik.

    No documento, o governo da Espanha informa os clubes da iminente aprovação de um decreto que vai proibir "qualquer operação comercial que vise estabelecer patrocínios desportivos" por parte das casas de apostas.

    "Os contratos ainda em vigor à data da aprovação do regulamento devem ser cancelados assim que expire o período transitório incluído no próprio decreto, que nunca será superior à duração desta temporada desportiva", prossegue a carta.

    A limitação da publicidade de apostas em torno do esporte profissional é uma das principais bandeiras do Ministério do Consumidor da Espanha. A entidade acredita que a prática é um problema de saúde pública, e deve ser combatida.

    Na sua carta, a secretaria ministerial explica aos clubes que a publicidade feita por atletas contribui para "normalizar" o jogo. Aos olhos do governo, isso constitui "uma prática que acarreta graves riscos para a saúde e sociais".

    "Os dados descrevem um caminho preocupante. Há quatro anos, a porcentagem de jovens entre 18 e 25 anos, em relação ao total de jogadores de azar, era de 29%. No ano passado, essa porcentagem chegou a 40%", concluiu a carta.

    A previsão é que o decreto do governo limite também os anúncios de casas de apostas na rádio, televisão e até nas plataformas on-line. Esse tipo de publicidade deve ser realocado exclusivamente para o horário da madrugada, com objetivo de evitar que chegue à população jovem.

    Jogadores do Barcelona, Ronaldinho Gaúcho e Juliano Belletti, comemoram a vitória do Barcelona na Liga Espanhola de 2005
    © AP Photo / Bernat Armangue
    Jogadores do Barcelona, Ronaldinho Gaúcho e Juliano Belletti, comemoram a vitória do Barcelona na Liga Espanhola de 2005

    Mais:

    Eurocopa é adiada para 2021 devido ao surto de coronavírus, segundo Associação Norueguesa de Futebol
    Partidas de futebol não devem ser jogadas até setembro, diz diretor médico da FIFA
    Prefeitura do Rio de Janeiro autoriza volta do público aos estádios de futebol
    80 anos de Pelé: 9 momentos inesquecíveis do rei do futebol
    Tags:
    saúde, publicidade, clubes, futebol, apostas, Espanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar